x

SEBRAE

Escritórios de consultoria foram principais ideias de negócio em 2020; Veja dicas para entrar no segmento

Sebrae registra alta procura para orientação na abertura de escritórios de consultoria na pandemia e dá 10 dicas para ajudar a entrar nesse mercado.

20/01/2021 13:00:02

4,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Escritórios de consultoria foram principais ideias de negócio em 2020; Veja dicas para entrar no segmento

Dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), mostram que uma das principais ideias de negócio em 2020 foi a montagem de escritórios de consultoria.

A oferta de consultoria ajuda o cliente e as empresas a potencializarem sua gestão e aumentarem oportunidades de negócios.  O Sebrae lembra que profissionais da área podem atuar em muitos segmentos, como estratégia, operações, financeiro, tributário, tecnologia e inovação.

Diante dessa demanda em alta, a instituição preparou 10 dias para quem quer abrir um escritório de consultoria. Confira!

O que é preciso para entrar no segmento de consultoria?

Mercado: o crescimento das consultorias está ligado à necessidade das empresas de crescer, enfrentar crises e criar estratégias para manter a competitividade. Portanto, fique de olho no mercado!

Conhecimento: atuar no campo da consultoria exige que o profissional tenha conhecimento e habilidades na área em que vai atuar. É importante ter capacidade analítica e uma postura ética, pois seus conselhos podem influenciar diretamente a tomada de decisão das empresas.

Localização: é totalmente possível ter atuar no formato virtual, sem a necessidade de um escritório físico. Para quem deseja ter um espaço físico para reuniões e atendimentos esporádicos, alugar um coworking é uma opção.

Equipe: a maioria dos escritórios de consultoria conta com profissionais que atuam individualmente ou com equipes de consultores, que são classificados pelo nível de experiência.

Prospecção: este é o primeiro contato entre empresa e consultoria. Nesta fase, os consultores mostram seu portfólio e tudo que podem fazer para ajudar o empreendimento a crescer.

Criatividade: as empresas buscam consultores que tragam inovações, novidades para o segmento, e soluções criativas para os problemas comuns do dia a dia. Seja esse profissional para ganhar o mercado que está investindo.

Clientes: fique sempre em contato com seus clientes, observe se as ações estão sendo implantadas e se os resultados estão agradando.

Conhecimentos específicos: uma empresa do segmento imobiliário possui interesses diferentes de uma organização do setor alimentício, por exemplo. Por isso, é essencial que o consultor tenha um conhecimento aprofundado sobre a área de atuação do cliente. Mesmo que a opção seja uma pequena consultoria, é fundamental ter velocidade nas decisões e reduzir as possibilidades de erro.

Estratégias: usar a tecnologia para reduzir custos para o cliente, focar no relacionamento e não somente na receita, e explorar pontos nebulosos dentro de alguns segmentos são ideias para atrair mais clientes.

Planejamento financeiro: ter uma reserva de recurso para troca de equipamentos eletrônicos ou aquisição de sistemas mais modernos é uma necessidade deste modelo de negócio, portanto, planeje-se.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.