x

Planejamento

Saiba o que você precisa ponderar antes de aceitar um novo emprego

Especialista compartilha o que pode fazer a diferença na hora de partir para um novo emprego.

24/01/2021 10:30:02

4,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Saiba o que você precisa ponderar antes de aceitar um novo emprego

Trocar de emprego, receber uma nova proposta quando menos espera, pode ser uma decisão difícil de tomar. Em ano de crise, então, o desafio é maior ainda. Como saber se vale a pena aceitar uma nova proposta?

Baseado em perguntas de leitores, o InfoMoney convidou Ezequiel Silva, consultor da Egon Zehnder, para dar dicas do que é preciso ponderar na hora de escolher trocar de eprego e que pode fazer a diferença no futuro profissional. Confira:

Devo aceitar uma nova proposta?

Investimos boa parte de nosso tempo em nosso trabalho e, por isso, nossas carreiras impactam vários aspectos de nossas vidas: família, rotina, stress, satisfação, saúde financeira, entre outros.

Neste contexto, a decisão de aceitar uma nova proposta é complexa, principalmente quando estamos felizes em nosso trabalho atual. Nos processos de busca executiva é comum as pessoas não estarem proativamente buscando uma mudança quando são abordadas.

Baseado nestas incontáveis conversas e na minha própria experiência de passar por uma decisão de carreira difícil, decidi compartilhar cinco aprendizados que podem ajudar quem se encontra nesta situação:

Descubra o que é mais importante para você

“Não sei se vou me adaptar…acho que lá vou trabalhar mais…vou perder alguns benefícios…”. Colocamos tudo na balança na hora de trocar de trabalho, mas aprendi que nunca se troca sem se perder nada.

Por isso, é importante priorizar poucos elementos que de fato são mais importantes e avaliar as oportunidades com este foco. Cada vez mais, as pessoas têm priorizado a aderência à cultura, o perfil das pessoas com quem vão trabalhar e o vínculo entre o seu propósito e o da empresa como elementos-chave, e percebo que geralmente aumentam a assertividade.

É bom lembrar que as prioridades são únicas para cada indivíduo, considerando seu momento pessoal. Por isso, priorize o que de fato é importante neste momento e evite se perder em múltiplas variáveis.

Converse com pessoas de sua confiança

Usar a rede de relacionamentos próxima, como família, amigos e mentores que conheçam sua trajetória pode ajudar neste processo de reflexão.

Pontos de vista diferentes complementam o processo decisório. Na minha experiência, alguns colegas de trabalho, de MBA e familiares foram fundamentais no meu processo de tomada de decisão.

Valorize aqueles que te conhecem bem e não se limite à sua rede existente, pois destas conversas outras boas oportunidades podem surgir.

Invista tempo para conhecer o outro lado

É comum as empresas buscarem referências sobre as pessoas que estão contratando – e sempre recomendo fazer o mesmo no sentido inverso.

Reflita sobre suas dúvidas e busque referências sobre a organização à qual você vai se juntar, se possível “entrevistando” diversas pessoas do novo trabalho.

Muitas vezes algumas pessoas fazem um ou duas entrevistas, poucas perguntas e já aceitam a proposta, mas quando iniciam notam que “não era bem o que imaginava”.

Esta situação é ruim tanto para a pessoa quanto para a organização. Se possível, peça para conhecer mais pessoas da organização e use novamente a sua rede de relacionamentos para se informar.

Use a intuição

Engenheiro de formação, sempre tive um lado muito forte de planejamento e raciocínio lógico para tomar decisões, mas a minha intuição foi crucial ao decidir mudar de emprego – “sentia” que estava no caminho certo.

O psiquiatra Carl Jung dizia: “Cada um de nós tem a sabedoria e o conhecimento que necessita em seu próprio interior”.

Executivos experientes, por exemplo, usam a intuição com frequência, confiando em seus instintos. Eles “sentem” o caminho correto a perseguir. Para aceitar um novo trabalho não deveria ser diferente – se você sente que não é o certo, provavelmente não é. Não se perca pensando demais – sua intuição apontará para a direção que honra quem você é.

Tenha tempo para você

Nem sempre é possível, mas buscar um período entre a saída do trabalho atual e início na nova posição pode ser importante para o sucesso.

Uma pesquisa da Egon Zehnder mostrou que menos de 40% dos CEOs contratados externamente sentiam que estavam totalmente preparados ao assumir o novo cargo. Acredito que um bom período de transição pode ajudar a descomprimir da função passada, relaxar, estar com a família e iniciar a preparação para o novo desafio.

Um planejamento de carreira de longo prazo é importante, mas esteja sempre aberto a oportunidades que se abrem em seu caminho – caso apareçam, espero que estes aprendizados possam lhe ajudar a facilitar o processo de decisão”.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.