x

Pagamento

Auxílio Emergencial: 196 mil pessoas recebem o benefício nesta quinta

Receberão o recurso beneficiários que fizeram a contestação em novembro e dezembro ou que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021.

26/01/2021 10:40:01

3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Auxílio Emergencial: 196 mil pessoas recebem o benefício nesta quinta

O Ministério da Cidadania divulgou que irá liberar o pagamento do Auxílio Emergencial nesta quinta-feira (28) para 196 mil beneficiários, totalizando R$ 248,6 milhões em recursos.

Dois grupos receberão o benefício:

- Beneficiários que fizeram a contestação no período de 7 a 16 de novembro e de 13 a 31 de dezembro de 2020 - 191 mil pessoas;
- Beneficiários que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021, decorrente de atualizações de dados governamentais - 5 mil pessoas.

Esses beneficiários receberão de uma só vez todas as parcelas a que têm direito. Os recursos estarão disponíveis tanto para transferências e pagamentos quanto para saques.

Entre o total de 196 mil trabalhadores:

- 8,3 mil receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do Auxílio Emergencial;
- 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas;
- 68,1 mil terão direito à quarta e à quinta parcelas;
- 78,3 mil vão receber somente a quinta parcela.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site da Caixa.

Auxílio emergencial

Os créditos das últimas parcelas do auxílio emergenciak se encerraram no último dia 29 de dezembro. Já a liberação de saques termina nesta quinta-feira (28).

O Auxílio Emergencial atingiu 68 milhões de trabalhadores - 32,2% da população e cerca de 40% das residências - pagando o total de R$ 330 bilhões.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.