x

Prefeitura de SP

Auxílio Emergencial da capital de SP deverá ser prorrogado por mais três meses

Prefeitura de SP apresentou hoje um projeto para prorrogar o auxílio emergencial pago à cadastrados em programas sociais e vendedores ambulantes.

04/02/2021 16:15:01

3,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Auxílio Emergencial da capital de SP deverá ser prorrogado por mais três meses

Nesta quinta-feira (4), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, apresentou um projeto para prorrogar por mais três meses o auxílio emergencial dado a famílias pobres e trabalhadores informais na capital do estado.

Em 2020, receberam esse benefício, de outubro a dezembro, no valor de R$ 100, moradores da cidade cadastrados em programas sociais e vendedores ambulantes registrados na prefeitura. No total, a ajuda chegou a 1,25 milhão de pessoas e representou um custo de R$ 400 milhões.

Em entrevista à CNN, Bruno Covas afirmou que a prorrogação do auxílio emergencial da capital é necessária, uma vez que a crise sanitária, econômica e social, provocada pela pandemia do novo coronavírus, não acabou.

“Esperamos que isso possa influenciar o governo federal a também manter o auxílio emergencial”, disse.

De acordo com o prefeito, o pagamento da nova rodada do auxílio deve ficar para março, abril e maio, a depender da aprovação pela Câmara de Vereadores.

“Precisamos acompanhar a evolução da epidemia, da crise financeira e do orçamento municipal para saber se será possível e se será necessário pagar além desses três meses”, disse o prefeito de SP.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.