x

Pandemia

INSS: Prova de vida para aposentados é suspensa novamente e obrigatoriedade volta em maio

Segundo o governo e o INSS, a medida é para proteger o público mais vulnerável da Covid-19, que está registrando altos números de casos novamente.

23/02/2021 14:40:01

3,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

INSS: Prova de vida para aposentados é suspensa novamente e obrigatoriedade volta em maio

Nesta terça-feira, o governo federal prorrogou a suspensão da obrigatoriedade da prova de vida para aposentados e pensionistas do INSS. A suspensão está acontecendo desde março do ano passado, quando começou a pandemia de Covid-19.Diante do agravamento dos casos nos últimos meses, a medida visa proteger esse público mais vulnerável.

Segundo informações do secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, e do presidente do INSS, Leonardo Rolim, em maio a prova de vida voltará a ser exigida para os beneficiários.

"Acho que é uma medida importante para que possamos dar tranquilidade a todos os aposentados e pensionistas", disse Bianco sobre a nova suspensão. 

Normalmente, a prova de vida é exigida para aposentados e pensionistas que recebem em conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. A medida, realizada anualmente, tem o objetivo de evitar fraudes e pagamentos indevidos. 

Prova de vida digital

Outra novidade é que, nesta terça-feira, o governo lançou oficialmente a prova de vida digital por biometria facial, que poderá ser feita pelo aplicativo Meugovbr ou pelo site Meu INS.

O aplicativo já estava sendo usado desde agosto do ano passado por beneficiários acima dos 80 anos ou com restrições de mobilidade. O sistema permitia que documentos fossem anexados eletronicamente. 

De acordo com o presidente do INSS, no primeiro momento, o mecanismo estará disponível para 5,3 milhões de brasileiros que não comprovaram vida no ano passado e poderão fazer digitalmente, via celular. Nessa fase, o projeto piloto vai selecionar os participantes, que receberão contato do INSS para acesso exclusivo ao serviço. 

Para a biometria facial, o INSS usará a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral. Assim, foram selecionados segurados que tenham carteira de motorista ou título de eleitor.

"Os contatos com os segurados elegíveis já começaram a ser realizados pelo INSS por meio de mensagens enviadas por SMS e e-mail", informou o INSS.  

Ainda segundo o instituto, estes beneficiários já deveriam ter realizado o procedimento da prova de vida ou tiveram o benefício suspenso antes mesmo da pandemia.  "Portanto, é importante que realizem o procedimento, se forem contatados pelo INSS".

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.