x

Pandemia

Governo vai classificar todo tipo de trabalho como essencial; projeto deve chegar ao Congresso hoje

Segundo fontes do governo, medida é para garantir que prefeitos e governadores não proíbam pessoas de trabalhar durante o período da pandemia.

19/03/2021 09:30:02

76,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Governo vai classificar todo tipo de trabalho como essencial; projeto deve chegar ao Congresso hoje

Segundo apuração da CNN, o governo federal está preparando um projeto para encaminhar ao Congresso Nacional em que classifica todo tipo de trabalho como essencial no Brasil. 

A proposta em desenvolvimento trata de atividades essenciais a serem exercidas durante o período de isolamento, quarentena e lockdown. A ideia por trás do projeto é garantir que prefeitos e governadores não proíbam pessoas de trabalhar durante o período da pandemia.

"Consideram-se como atividade essencial as atividades urbanas e rurais, exercidas por pessoas físicas e jurídicas, essenciais para a garantia da subsistência e manutenção essencial da unidade familiar, em especial sua segurança alimentar (...)", diz trecho do esboço do projeto, a que a CNN teve acesso.

A proposta ressalta ainda que estabelecimentos e trabalhadores deverão respeitar as recomendações sanitárias expedidas pelo Ministério da Saúde. "As medidas adotadas deverão resguardar o exercício e o funcionamento dos serviços públicos e atividades essenciais a que se refere o caput", diz a proposta.

"Assim como médicos, pessoal de serviço de limpeza de rua e até jornalistas podem trabalhar, seguindo os protocolos de segurança, por que uma cabeleireira, vendedor de roupa não pode?", questionou um secretário-executivo do governo envolvido na elaboração do projeto.

Nesta quinta-feira (18), durante live nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro adiantou que vai apresentar ao Congresso projeto de lei que irá definir o que é serviço essencial. Bolsonaro afirmou que a proposta será encaminhada ao parlamento nesta sexta-feira (19).

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.