x

Dinheiro extra

IRPF 2021: Selic pode aumentar o valor da sua restituição; Veja como calcular

Aumento na Selic impacta diretamente o valor da restituição, já que ela é corrigida pela variação da taxa de juros.

19/03/2021 14:00:01

41,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

IRPF 2021: Selic pode aumentar o valor da sua restituição; Veja como calcular

Contribuintes devem repensar quanto ao prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda. Entregar primeiro traz vantagens como o recebimento antecipado da restituição.

No entanto, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou nesta quarta-feira, 17, a elevação da taxa selic de 2% para 2,75%. Esse aumento impacta diretamente o valor da restituição, já que ela é corrigida pela variação da taxa de juros.

Calcular Taxa Selic no IR

Na prática, o contribuinte deixa com a Receita Federal, desde o pagamento do seu IR, um dinheiro que deverá ser recebido de volta. Para que este dinheiro não perca o seu valor, a Receita Federal devolve com correção.

Atualmente, a Selic está com o valor de 2,75% ao ano, o que gera 0,22% ao mês - e é esta a correção que deverá ser aplicada no seu dinheiro, nos casos de restituição.

Para calcular essa diferença de  correção monetária da restituição do IR, o contribuinte deve:

- Pegar a data final da entrega da declaração, ou, em outras palavras, o prazo máximo para entrega da documentação para todos os contribuintes, ou seja, 30 de abril;- Verificar qual o lote que receberá o valor, para calcular a Selic no período de 30 de abril até um mês antes de receber o dinheiro. Por exemplo: se o seu lote é o do dia 15 de outubro, você deverá calcular a correção de 30 de abril até 15 de setembro.

Importante destacar que, uma vez liberado o dinheiro na conta bancária indicada, ele não será mais corrigido e cabe ao contribuinte retirá-lo logo, a fim de investir ou usá-lo dentro do mês, garantindo o seu valor real, sem perder com a inflação. O dinheiro fica disponibilizado por até um ano no banco indicado.

Segundo o presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ), Samir Nehme, apesar da Selic ser um rendimento seguro, ainda é considerada uma taxa baixa para quem deseja investir.

"Mesmo as previsões mais otimistas apontam para encerrar 2021 em 4,5% ou 5%. Ainda uma taxa baixa. Colocando na ponta do lápis, é mais recomendado antecipar a entrega, receber o quanto antes a restituição e aplicar esse montante em um investimento que pague mais, ainda que atrelado à taxa básica de juros. Mas, sempre vai depender do risco a que o contribuinte está disposto a correr".

Restituição Imposto de Renda

Desde 2020, a Receita Federal reduziu de sete para cinco os lotes de restituição do Imposto de Renda. Eles começam a ser liberados no fim de maio e vão até o fim de setembro. 

Idosos, pessoas com deficiência ou doenças graves e professores já têm os primeiros lugares na fila da restituição garantidos. 

Confira as datas de pagamento deste ano:

Lote

Data de recebimento

1º lote

31 de maio

2º lote

30 de junho

3º lote

30 de julho

4º lote

31 de agosto

5º lote

30 de setembro

Se o contribuinte tiver direito à restituição, o próprio sistema da Receita indicará ao fim do preenchimento da declaração. Basta incluir seus dados bancários para recebê-la.

Uma das novidades da declaração do IR 2021 é que, além de contas tradicionais como corrente e poupança, agora o declarante pode incluir uma conta digital de fintechs, como Nubank e Picpay, para receber o dinheiro.

A consulta para saber se sua restituição será contemplada em determinado lote fica disponível cerca de uma semana antes da liberação do dinheiro. Para isso, basta entrar em gov.br/receitafederal e clicar na área "Meu Imposto de Renda".

Depois, a opção "Consultar restituição" deverá ser selecionada.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.