x

Bônus por Inclusão Produtiva

BIP: jovem que não trabalha e nem estuda receberá auxílio com condição de fazer curso preparatório

O governo prevê uma bolsa de até R$ 300 para esses jovens. A ideia é auxiliá-los a ingressar no mercado de trabalho.

04/05/2021 15:30:01

3,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

BIP: jovem que não trabalha e nem estuda receberá auxílio com condição de fazer curso preparatório Foto: Christin Hume/ Unsplash

Um novo tipo de auxílio está em estudo pelo Ministério da Economia, o BIP - Bônus por Inclusão Produtiva. A ideia inicial do governo era abranger apenas trabalhadores informais no programa, mas agora o governo pretende incluir os jovens que não estudam e nem trabalham, que toparem fazer um curso preparatório.

Esses jovens receberão entre  R$ 200 e R$ 300 enquanto estudam e as empresas poderão contratar e treinar essas pessoas, proporcionando uma oportunidade para ingressarem no mercado de trabalho. 

No ano passado, o número de jovens que não trabalhavam e nem estudavam bateu recorde, devido à pandemia de Covid-19. Muitos deles se formaram na faculdade em 2019 e não tiveram como iniciar a carreira profissional. 

Uma consultoria já havia feito um levantamento que apontou que, entre 2012 e 2020, o número de jovens fora da escola ou faculdade vinha diminuindo lentamente. No entanto, o percentual de pessoas dessa faixa etária que está fora do mercado de trabalho saltou no começo da disseminação da Covid-19 no Brasil no ano passado. 

No fim de 2020, 25% das pessoas entre 15 e 29 anos nem estudavam e nem trabalhavam. No segundo trimestre de 2020, esse índice atingiu um recorde de 29%.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.