x

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Auxílio Emergencial 2021: Aprenda como consultar pedido e motivo de negativa do benefício

Assim como em 2020, o site da DataPrev está disponível para verificar a situação do pedido e realizar a contestação se preciso

28/05/2021 12:00:02

7,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Auxílio Emergencial 2021: Aprenda como consultar pedido e motivo de negativa do benefício Foto: Andres Ayrton no Pexels

Aqueles que fizeram o requerimento do auxílio emergencial do governo federal podem consultar a situação do pedido e, caso não tenham sido selecionados, saber o motivo da negativa pelo site da DataPrev.

Os solicitantes conseguem acompanhar o detalhamento dos pedidos, como resultados, datas de recebimento e envio dos dados pela Caixa à Dataprev e vice-versa, além da motivação da negativa do benefício. 

A intenção da Dataprev é oferecer transparência aos procedimentos de análise, processamento, homologação e pagamento do benefício.

Checagem de dados

Mensalmente haverá verificação dos dados dos beneficiários para confirmar se continuam dentro dos critérios para receber o benefício. A checagem será feita pelo Ministério da Cidadania. Caso a situação do beneficiário tenha mudado e não se enquadre mais nos requisitos, é possível que algumas famílias deixem de receber o auxílio mesmo com parcelas ainda a receber. 

O que fazer se o pedido ao Auxílio Emergencial foi negado

Caso haja a negativa do pedido, a contestação poderá ser feita através do site da Dataprev de abril a julho, enquanto o auxílio estiver sendo pago. A opção de contestação estará disponível logo abaixo de onde constar a informação da negativa. 

Quem pode solicitar a contestação da negativa

Não são todos os casos que podem solicitar uma revisão do pedido. No caso de alguma família que perdeu o benefício após a checagem de dados, poderá contestar no site. Ou seja, situações que podem mudar podem recorrer.

Por exemplo: a pessoa ganhou o benefício, depois conseguiu um emprego e por isso perdeu o auxílio. Se na sequência for demitida, o beneficiário poderá pedir a revisão da negativa para voltar a receber.

Casos em que a situação não seja alterada, não poderá recorrer. Um exemplo disso é quem ganhou mais que R$28.559,70 durante o ano passado, solicitou o benefício e foi negado, não há chance de receber o auxílio pois não terá como alterar essa condição.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.