x

MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

Conheça as principais dúvidas tributárias do MEI

Este modelo de pequenas empresas é um dos mais adotados durante a pandemia, aprenda sobre a categoria

28/05/2021 17:00:01

6,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Conheça as principais dúvidas tributárias do MEI Foto: cottonbro no Pexels

O Microempreendedor Individual (MEI) é um modelo simplificado para pequenos empresários começarem a empreender por conta própria.

Depois do empreendedor pesquisar, decidir pela formalização do seu trabalho e optar pelo MEI como a melhor opção para seu negócio, algumas dúvidas podem surgir sobre a abertura do registro MEI, como realizar o registro, os custos envolvidos, requisitos para ser MEI e outras questões podem ser conferidas aqui

Após o processo inicial da criação do MEI, entenda como funcionam as questões tributárias da categoria.

Emissão de Nota Fiscal pelo MEI

A emissão de nota fiscal é obrigatória somente para vendas a pessoas jurídicas (empresas e órgãos públicos). A exceção seria o cliente PJ que emite nota fiscal de entrada, nesse caso não há a obrigatoriedade.

Vendas para clientes pessoa física não existe a obrigação, mas pode ser solicitado que o faça mesmo assim pelo próprio cliente.

Ao emitir a nota, o governo indica guardá-la durante os próximos 5 anos após a emissão. Controlar e organizar as notas pode ajudar no preenchimento da Declaração Anual Simplificada para o MEI (DASN-SIMEI).

Como o MEI declara o faturamento?

O empresário também tem obrigações com a Receita Federal e deve declarar seu faturamento anual. A receita bruta do ano anterior deve ser preenchida por meio da DASN-SIMEI.

Mensalmente a categoria precisa pagar os impostos pelo Simples Nacional, que estipula um valor fixo pela  junção de alguns impostos referentes aos tributos da atividade exercida.

Simples Nacional

O MEI faz parte do modelo simplificado do Simples Nacional, que é um sistema de recolhimento único com carga tributária reduzida. 

A arrecadação de impostos é feita mês a mês com valores que variam entre R$53 a R$58,25, dependendo da atividade do MEI.  

O contribuinte que colabora com o Simples Nacional neste caso fica isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL) .

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.