x

Cesta básica

Dieese: salário mínimo ideal sobe para R$ 5.351,11 em maio

O levantamento mensal mostra que o valor supera em quase cinco vezes o piso nacional atual, de R$ 1.100.

13/06/2021 11:00:01

3,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Dieese: salário mínimo ideal sobe para R$ 5.351,11 em maio Foto: Makoto- Attribution Creative Commons

De acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo ideal subiu para R$ 5.351,11 em maio de deste ano. O mínimo ideal do mês é quase cinco vezes superior ao piso nacional vigente, de R$ 1.100. 

O valor é ajustado mensalmente considerando o gasto necessário para sustento de uma família de quatro pessoas, considerando dois adultos e duas crianças, com base na cesta de alimentos mais cara do país. Em abril, o valor havia sido de R$ 5.330,69.

A pesquisa apontou que, entre abril e maio de 2021, o custo médio da cesta básica de alimentos aumentou em 14 das 17 cidades analisadas. A cesta mais cara foi a de Porto Alegre (R$ 636,96), seguida pelas de São Paulo (R$ 636,40), Florianópolis (R$ 636,37) e Rio de Janeiro (R$ 622,76). 

O estudo também estima o tempo médio de trabalho necessário para adquirir os produtos da cesta de alimentos. Em maio, esse tempo foi de 111 horas e 37 minutos.

Além de levantar o valor ideal, o Dieese também revela que para trabalhadores remunerados com o piso nacional, após o desconto de 7,5% da Previdência Social, a compra de alimentos básicos para uma pessoa adulta compromete, em média, 54,84% do salário. Este valor supera o registrado em abril, de 54,36%.

O governo federal já propôs o valor para o pagamento mínimo de trabalhadores no próximo ano no valor de R$ 1.147, o que representa um aumento de 4,27% em relação ao piso vigente. Com o isso, os trabalhadores devem enfrentar o terceiro ano seguido sem aumento real (acima da inflação).

A cesta básica de alimentos é composta por 13 produtos. O açúcar e a carne bovina de primeira registraram aumento de preço em 16 das 17 capitais analisadas. 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.