x

INFLAÇÃO

Inflação: entenda se algum setor pode se beneficiar e quem pode sair prejudicado

Confira quem sai perdendo e quem pode ganhar com a inflação e os preços altos

20/06/2021 12:00:01

4,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Inflação: entenda se algum setor pode se beneficiar e quem pode sair prejudicado Foto: Tony Winston/Agência Brasília.

Em um momento de crise econômica global em decorrência da contínua pandemia de Covid-19, em que muitos trabalhadores tiveram redução de jornada e salário ou até perderam os empregos, o poder de compra naturalmente já sofreu impacto sem considerar a inflação.

A inflação tem papel fundamental na determinação da dinâmica do mercado e nos valores que nele circulam, por isso afeta diretamente a vida do trabalhador e consumidor final.

Entenda quais fatores podem interferir no aumento da inflação e o impacto disso no cenário econômico brasileiro.

Fatores que interferem na inflação

Alta do dólar

O dólar é um dos ativos considerados mais seguros e por isso tem a preferência dos investidores em momentos de crise. Outros ativos perderam seus investimentos para o dólar, valorizando a moeda em comparação com o real.

Commodities cotadas em dólar ficam então ainda mais caras para o Brasil, atingindo diretamente os supermercados e o bolso do trabalhador que precisa pagar muito mais pelo óleo de soja, por exemplo.

Escassez de produtos

A pandemia prejudicou a logística de importação e exportação, restringindo a circulação de pessoas e mão de obra. Com dificuldade para encontrar matéria-prima e entregar produtos, houve um aumento nos valores de mercado.

Economia interna enfraquecida

O combate correto à pandemia por países ricos fez com que a economia interna de seus países fosse logo reaquecida, retomando as importações de Commodities de outros países, favorecendo que os produtores brasileiros deem preferência à exportação em dólar do que vender no mercado interno, qual não há grande circulação e consumo neste momento.

Como isso afeta o consumidor

Com todos estes e outros fatores, a inflação sofre aumento e prejudica diretamente o consumidor final, que perde poder de compra. 

É preciso gastar muito mais para adquirir as mesmas coisas, em comparação à pouco tempo atrás. Seja para abastecer o carro, se alimentar, pagar o aluguel ou adquirir bens, a inflação prejudica diretamente a rotina de cada pessoa.

A inflação também interfere nas taxas de juros, como o Índice Geral de Preços de Mercado (IGPM) e do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), aumentando significativamente estas taxas, acumulando o IGPM dos últimos 12 meses em 37%.

Pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) aponta que famílias de baixa renda, menor que R$1.650,50, sofreram o maior impacto da inflação no mês de maio devido ao impacto do reajuste da energia elétrica, água e esgoto, botijão, entre outros.

Quem pode se beneficiar da inflação

Empresas e companhias que possuem receitas indexadas a índices de inflação, como o setor de serviços, shoppings e empresas administradoras de rodovias são beneficiadas com esta alta.

Concessionárias e empresas de transmissão de energia são atualizadas com base no IGPM e no IPCA, como a inflação sobe os preços destes índices, favorece o ganho delas.

Ações negociadas no exterior também podem se beneficiar desta alta.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.