x

Inovação

Banco do Brasil lança emissão de boletos por WhatsApp

Sistema de cobrança bancária por chat é pioneiro no Brasil e também permite realizar consultas aos boletos bancários.

23/08/2021 11:30:01

3,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Banco do Brasil lança emissão de boletos por WhatsApp Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Banco do Brasil (BB) agora permite aos seus clientes fazer a emissão, consulta e alteração de boletos bancários pelo WhatsApp. O sistema de cobrança bancária por chat é pioneiro no Brasil.

Seguindo o banco, o sistema beneficiará principalmente pequenos empreendedores.

Para usar a ferramenta, o cliente deve acessar o WhatsApp do BB e iniciar uma conversa com o especialista PJ, o assistente virtual do banco no aplicativo, digitando “#PJ”. Em seguida, basta escrever “Preciso registrar um boleto” para aparecerem instruções na tela de conversas.

O aplicativo pedirá as seguintes informações do pagante:

  • CPF
  • nome
  • endereço
  • complemento
  • os detalhes de pagamento (valor, vencimento). 

Assim que as informações forem confirmadas, o boleto é gerado. O cliente ainda pode encaminhá-lo ao destinatário.

O recurso também permite a realização de consultas, quando o usuário digita “Preciso consultar um boleto. Os documentos podem ser alterados com o comando “Preciso alterar um boleto”. As duas opções permitem a geração de um PDF para compartilhamento.

No ano passado, o BB foi o primeiro banco a oferecer um assistente especializado em pessoa jurídica no WhatsApp. 

Além das transações da cobrança, o assistente faz atendimentos sobre crédito, capital de giro, desconto de títulos, desconto de cheques, folha de pagamentos, conta corrente, cartão de crédito e suporte técnico. 

A ferramenta também permite consultas de saldo, de extrato e de limite do cartão.

Fonte: com informações da Agência Brasil

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.