x

Inadimplência

Dívida média dos brasileiros inadimplentes é maior que salário mínimo

Levantamento mostra que os inadimplentes devem, em média, R$ 1.163,52, mais que os R$ 1.100 do salário mínimo.

25/09/2021 10:00:01

1,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Dívida média dos brasileiros inadimplentes é maior que salário mínimo Pexels

De acordo com o Mapa da Inadimplência do Serasa, empresa de negociação de dívidas, em média, cada inadimplente deve R$ 3.934,38, mais de três vezes o piso nacional de R$ 1.100. Cada dívida custa, em média, R$ 1.163,52, segundo os dados de junho deste ano.

No total, os 62,5 milhões de inadimplentes registrados no mês devem R$ 245,9 bilhões. A maior fatia dessas contas em atraso (28,6%) é de cartão de crédito ou bancos, depois aparecem dívidas com contas de luz, água e telefone (23,6%), as chamadas "utilities", e em seguida com o varejo (13,1%).

Apesar de ainda expressivo, o número de endividados têm apresentado leve queda. No intervalo de 12 meses, caiu cerca de 2% e vem recuando ligeiramente nos últimos dois meses.

Inadimplentes

De acordo com o levantamento do Serasa, 35,8% dos inadimplentes estão na faixa etária entre 26 a 40 anos. Aqueles que têm de 40 a 60 anos representam 34,9% do bolo, seguidos pela geração de pessoas com mais de 60 anos (17%) e, por fim, os jovens de até 25 anos (12,3%).

Embora homens e mulheres tenham representação equivalente entre os inadimplentes, elas tendem a negociar mais em programas como Serasa Limpa Nome e quitar suas dívidas.

“A divisão entre gêneros é praticamente igual entre mulheres (50,1%) e homens (49,9%), mas esse número não se mantém entre aqueles que fecharam algum acordo para a negociação de dívidas em junho, quando mais mulheres pagaram suas dívidas (54%)”, diz, em nota, Nathalia Dirani, gerente de marketing da Serasa.

O Mapa da Inadimplência também aponta os estados com o maior número de endividados que são: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, também os mais populosos do Brasil.

Negociação

O Serasa lembra que a campanha ‘Serasa Limpa Nome’, que permite negociar dívidas e quitá-las com até R$ 100, continua. Considerando o valor médio por dívida de R$ 1.163,52, o desconto seria de mais de 90%.

Em junho, iniciativas de negociação de dívidas realizadas pela empresa apontaram que, em média, o valor dos acordos foi de R$ 395.

Ao quitar a dívida, o inadimplente fica com o nome limpo e tende a ter uma melhora no seu score de crédito, que é a nota que avalia o histórico de pagador de contas.

Além do site, telefone e Whatsapp do próprio Serasa, consultas e negociações de dívidas também podem ser feitas por parceiros, como pela plataforma de meios de pagamento e negócios Ame Digital.

Para acessar o serviço, o cliente deve baixar o aplicativo, caso ainda não tenha no celular e clicar em ‘Serviços financeiros’ no menu principal. Em seguida, deve escolher a opção ‘Saúde Financeira’ para realizar a consulta.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.