x

Escritório

Saiba como criar um plano de carreira e aumentar a produtividade do escritório contábil

Com um plano de carreira bem definido, a performance dos profissionais melhora dentro dos escritórios.

23/10/2021 12:00:01

4,8 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Saiba como criar um plano de carreira e aumentar a produtividade do escritório contábil Pexels

Avaliar a maturidade da carreira e desenvolver um plano, que seja capaz de orientar a jornada profissional do contador e do seu time, é um desafio constante. 

Neste sentido, a melhor maneira de apoiar os colaboradores e aumentar a produtividade do escritório contábil é oferecer plano de carreira para contadores.

Com oportunidades de crescimento bem definidas, torna- se muito mais fácil engajar  os profissionais em uma jornada de desenvolvimento contínuo. Eles se sentem motivados a entregar o melhor, para avançar de posição. Logo, a produtividade dos profissionais também aumenta. 

Especialmente em um mercado competitivo, que segue sendo impactado por mudanças de todos os tipos, ter um plano de carreira claro ajuda os profissionais a crescerem, melhorando também o seu nível de empregabilidade. 

Na prática, o escritório, o time de contadores e o cliente saem ganhando. Afinal, a performance dos profissionais melhora muito. 

Plano de carreira

Pode ser definido como um plano de desenvolvimento individual do profissional dentro da empresa. Esse é o modelo que irá apresentar a jornada que ele deve percorrer e os requisitos que deve cumprir para avançar na carreira. 

Ou seja, ao consultar o plano, ele saberá exatamente quais competências e habilidades deve desenvolver, bem como o tipo de conhecimento que deve adquirir. Em outras palavras, o plano de carreira fornece as coordenadas para que ele saiba como se preparar para assumir tarefas e cargos mais altos no futuro. 

Para a empresa, além de aumentar a produtividade do escritório contábil, o plano de carreira aponta com precisão quais indicadores de performance de seus profissionais devem ser monitorados, por meio de metas, prazos e do nível de satisfação dos clientes. 

Com os requisitos definidos para o avanço na carreira, o escritório deve realizar, periodicamente, uma avaliação individual de desempenho, usando o feedback como método. Assim, todos os profissionais saberão o que precisam melhorar para avançar na carreira. 

Para o escritório contábil, esse pode ser um dos atrativos capazes de influenciar na retenção dos profissionais. Até mesmo porque, frequentemente, o plano de carreira traz uma série de outros benefícios, como:

  • Maior autonomia;
  • Aumento de participação nas tomadas de decisões;
  • Promoções;
  • Participações nos lucros;
  • Possibilidade de ser elevado à condição de sócio do negócio, em alguns casos.

Em um cenário altamente competitivo, onde nem sempre os pequenos e médios escritórios têm condições de oferecer benefícios semelhantes àqueles das grandes companhias, ter um plano de carreira ajuda a conquistar e reter o profissional. 

Todavia, vale destacar que essa iniciativa não precisa, necessariamente, partir do escritório contábil. Aos profissionais da área, cabe o desafio de construir um plano que oriente o desenvolvimento da sua própria carreira. Aliás, quanto mais cedo o contador se dedicar a essa demanda, melhor.  

Dessa maneira, ele cria sua estratégia para evoluir dentro da empresa, investindo em conhecimento e na aquisição das competências e habilidades necessárias para avançar e assumir cargos mais altos dentro de uma organização. 

Como montar um plano de carreira

Agora que os benefícios do plano de carreira já foram apresentados, a dúvida é como construir um modelo adequado para os profissionais do escritório. Confira um passo a passo que pode te ajudar:

Definir a estrutura corporativa interna

Liste todos os seus cargos e subordinações. Vale, inclusive, fazer um organograma. Desse modo, você terá uma visão completa da estrutura da empresa, o que facilita a identificação das possibilidades de avanço na carreira.

Descreva as atribuições de cada cargo

Para cada cargo, indique, detalhadamente, as principais atribuições, responsabilidades, pré-requisitos básicos (formação acadêmica, experiência anterior, conhecimentos específicos) e diferenciais exigidos para aquela função. Considere fazer a análise da descrição de todas as posições: estagiários, analistas, gestores e executivos, até a diretoria.

Defina os benefícios e salários

A partir do detalhamento dos cargos, determine os benefícios que valorizem a especialização e  defina as políticas salariais para cada cargo. Considere fazer também um plano de cargos e salário.

Construa o plano individualmente

Adote a metodologia de construção individual do plano de carreira. Convide o profissional, seus supervisores – de área e geral – e um profissional da área de gestão de pessoas para conduzir esse plano juntos, de tal modo que todos conheçam os objetivos definidos.

Mantenha o foco em alguns fatores

Se for individualizar o plano, mantenha-se atento aos seguintes fatores: projeto de vida do colaborador, perfil e características pessoais e profissionais; objetivos, aspirações e conhecimento técnico. Mapeamento de competências organizacionais e comportamentais; Oportunidades de desenvolvimento contínuo.

Fonte: Thomson Reuters

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.