x

ECONOMIA

Aumento das tarifas elétricas pode causar redução do consumo, produção e renda causando grandes perdas a longo prazo

A alta de energia influencia no bolso do consumidor, do empresário e nas formas de consumo.

05/11/2021 17:00:02

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Aumento das tarifas elétricas pode causar redução do consumo, produção e renda causando grandes perdas a longo prazo Pexels

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizou uma nova pesquisa e constatou que o aumento da energia elétrica pode provocar perdas econômicas no país muito além do que era esperado.

O estudo estimou que o Brasil deve perder aproximadamente R$22 bilhões do seu Produto Interno Bruto (PIB) até o encerramento de 2022, devido a queda no consumo e o encerramento de vagas de trabalho.

Em entrevista à CNN Business na última quarta-feira (3), o gerente de análise econômica da CNI, Marcelo Azevedo, explicou como a alta nos custos de energia provoca perdas na economia.

Segundo Azevedo, o aumento da energia não reflete somente na conta de luz mais alta na casa do brasileiro, fato que sozinho já diminui o poder de compra, mas faz com que os preços de todos os produtos aumentem.

“Na medida que a produção é reduzida, os empresários percebem que precisam de menos mão de obra e acabam demitindo seus empregados. Isso reduz a renda das famílias, fazendo com que o consumo diminua ainda mais. Assim, vai se criando um efeito cascata”, diz Azevedo.

Essa elevação nos preços somada ao aumento da inflação e de outros fatores econômicos no país, reflete um momento de decisão do consumidor que pode deixar de comprar coisas de sua rotina e repensar seus gastos.

 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.