x

PODER DE COMPRA REDUZIDO

Correções salariais em outubro são as mais baixas do ano e ficam abaixo da inflação

Grande parte dos acordos realizados no último mês ficaram abaixo da inflação, prejudicando o poder de compra do brasileiro.

23/11/2021 14:30:01

1,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Correções salariais em outubro são as mais baixas do ano e ficam abaixo da inflação Pexels

Dados analisados e divulgados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostraram que as negociações salariais do mês de outubro tiveram o pior resultado para os colaboradores entre as data-base de 2021 

Segundo o Dieese, 65,1% das correções salariais realizadas no último mês foram inferiores à inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Avaliando as porcentagens, 21,1% dos casos analisados ficaram com valores iguais à inflação e apenas 13,8% tiveram valores superiores ao índice, demonstrando uma conquista no poder de compra.

Levando em conta as negociações realizadas entre janeiro e outubro, 49,8% dos reajustes salariais ficaram abaixo da inflação, 33,4% ficaram equivalentes e apenas 16,8% registraram aumento.

No acumulado do ano, o setor de serviços é o que mais registrou o reajuste abaixo do índice, já a indústria por outro lado marcou o maior percentual de aumentos e o comércio demonstrou correções iguais ao índice.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.