x

Oportunidade

Black friday: vendas online e presenciais devem crescer em 2021

A previsão é que, mesmo com a crise econômica, o número das vendas aumentem durante a Black Friday, mas o ticket médio deve diminuir.

25/11/2021 16:30:01

4,9 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Black friday: vendas online e presenciais devem crescer em 2021 Pexels

A Black Friday começa nesta sexta-feira (26). Apesar disso, diversas empresas se adiantaram e já começaram a divulgar descontos em seus produtos e serviços.

Uma pesquisa encomendada pelo Google mostra que 64% dos brasileiros pretendem realizar compras durante a Black Friday.

Segundo Kelly Carvalho, assessora econômica da FecomercioSP, a expectativa é que as vendas aumentem tanto nos estabelecimentos físicos quanto pelo comércio eletrônico.

“O e-commerce poderá ser o canal de entrada para as vendas físicas e vice-versa. Por meio da internet, o consumidor poderá efetuar suas compras e receber os produtos no conforto do seu lar ou se direcionar à loja física para concretizar a compra. Poderá ainda comprar online e retirar no presencial, aproveitando outras promoções”, explica.

Por outro lado, os efeitos econômicos da pandemia de coronavírus devem influenciar no valor gasto em cada compra, também conhecido como ticket médio, que deverá reduzir.

“A expectativa é de crescimento nas vendas com um tíquete médio menor, considerando os elevados níveis de desemprego e endividamento da população brasileira.”

Itens mais buscados

Uma pesquisa do Google realizada entre  7 a 13 de novembro mostra que os itens mais buscados continuam sendo os eletroeletrônicos.

As mercadorias relacionadas aos games foram as que contaram com os maiores aumentos de buscas em comparação com a semana anterior. Confira:

Item

Aumento na busca

Nintendo

+326%

Games

+131%

Notebook gamer

+130%

PSN

+107%

iPhone 13

+106%

Caixa de som

+103%

Monitor

+103%

TV Smart

+86%

Smartphone

+86%

Celular

86%

É possível observar que, alguns termos representam o mesmo tipo de interesse, como “celular” e “smartphone”, ou são amplos — como “games”. Apesar de não informar com detalhes os produtos adquiridos, os dados apontam para intenções de compras.

Expectativa dos empresários

Os empresários também estão ansiosos pela data, já que o avanço da vacinação e a melhora da mobilidade urbana proporcionam uma abertura mais segura das atividades, o que deve influenciar no aumento das vendas. Prova disso é que o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), da FecomercioSP, vem, pelo quinto mês consecutivo, registrando altas.

“A pesquisa aborda as expectativas para contratação de funcionários e nível de investimentos, que vem retomando expectativas positivas diante da diminuição do número de casos provocados pela pandemia e o fim das medidas de restrição”, explica Kelly.

Contudo, os profissionais precisam se planejar para a data, afinal é preciso não só adotar estratégias para alavancar as vendas, mas também organizar os processos internos da empresa. 

Para falar sobre o assunto, o Portal Contábeis entrevistou o Carlos Cervilieri, docente de Administração do Senac e especialista em Gestão de Negócios, no podcast Contábeis News. Dê o play e confira a entrevista.

[SCRIPT]

Promoções da Black Friday

Já os consumidores, devem ficar atentos com a Black Friday. A data pode ser uma boa oportunidade para realizar compras, mas é importante acompanhar o reajuste do valor dos produtos e serviços para não cair em falsas promoções. Além disso, é importante se planejar para não complicar o orçamento  e ficar por dentro dos direitos que o consumidor tem neste momento de compras, especialmente no varejo online

Para falar sobre o assunto, entrevistamos Feres Najm, advogado especialista em direito do consumidor, que dá dicas para aproveitar a data de forma segura e sem ficar no vermelho. Dê o play.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.