x

TRABALHISTA

Empregos informais e retomada dos serviços fazem indicador de desocupação recuar no país

Dados da pesquisa do Ipea apontam redução de 1% no índice em comparação a março deste ano.

29/11/2021 14:30:01

1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Empregos informais e retomada dos serviços fazem indicador de desocupação recuar no país Pexels

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) concluiu em seus recentes estudos que a redução do desemprego no país durante 2021 foi puxada pelo crescimento dos empregos informais e pela retomada do setor de serviços.

O instituto, vinculado ao Ministério da Economia, determinou uma diminuição de 1% do índice de desocupação, que em março deste ano marcava 14,7% e em junho já caiu para 13,7%.

A pesquisa utilizou como base os principais levantamentos sobre mercado de trabalho no país, sendo atualmente a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (PNAD Contínua), do IBGE, e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e da Previdência.

Ainda segundo o Ipea,  embora novos empregos estejam sendo gerados, os ganhos dos trabalhadores apresentaram queda de 2,2%,  fato atribuído aos impactos que a pandemia segue causando.

Apesar de parecem otimistas, os dados devem ser olhados com atenção e preocupação, de acordo com os pesquisadores do estudo, pois a desocupação continua alta e a informalidade segue crescendo.

A informalidade não traz benefícios e vantagens ao profissional, que acaba não recolhendo tributos e perde garantias trabalhistas e previdenciárias a curto e longo prazo.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.