x

APÓS UM MÊS DE INSTABILIDADE

Receita realiza mudanças no acesso ao e-CAC para conseguir maior estabilidade do sistema

Alterações começarão a valer na próxima segunda-feira, dia 6. Receita avisa que tentativas que comprometam a performance do site podem ser bloqueadas.

02/12/2021 10:00:01

68,8 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Receita realiza mudanças no acesso ao e-CAC para conseguir maior estabilidade do sistema Pexels

A Receita Federal divulgou novas alterações para conseguir maior estabilidade no sistema do e-CAC, que começará a valer já na próxima segunda-feira (6). Com as mudanças, durante o período comercial (08h às 18h), os sistemas da Receita hospedados no e-CAC permitirão um acesso reduzido para não prejudicar a plataforma.

Só serão permitidos acessos que comportem um volume considerado estável para o ambiente, que segundo a Receita, consiste em 500 requisições por segundo da mesma origem.

A recomendação para os usuários que acessam o sistema é para que fiquem alertas, pois tentativas de acesso que prejudiquem a estabilidade do site durante o horário comercial podem ser bloqueadas definitivamente.

Fora do horário estipulado a quantidade de acesso será liberada, incluindo até acessos robotizados em grande escala.

Instabilidade no e-CAC 

Indisponibilidades e instabilidades foram notados no acesso ao e-CAC no último mês, que segundo a Receita, foram causados por acessos simultâneos que chegavam a milhões de de uma só origem por segundo.

Como essa ação prejudicada todos os usuários, a nova restrição foi a forma encontrada para resolver o problema, visando a melhoria do desempenho do site.

A resolução foi proposta pelo órgão após contato com representantes da classe contábil para encontrar uma estratégia que pudesse sanar o problema de acesso à plataforma de serviços, muito utilizada pelos contadores.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.