x

Novos valores

Tabela INSS 2022: governo publica portaria com os novos valores dos benefícios

O Ministério da Economia publicou a Portaria 477 que reajusta os valores dos benefícios do INSS e alíquotas para 2021.

20/01/2022 09:45:01

174,8 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Tabela INSS 2022: governo publica portaria com os novos valores dos benefícios Pedro França / Agência Senado

O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira (20) a Portaria 12/2022 que reajusta os valores dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) .

Novo valor INSS

Aposentados e pensionistas do INSS que recebem benefícios acima do salário mínimo terão reajuste de 10,16% na remuneração. Com isso, o teto dos benefícios do INSS passa de R$ 6.433,57 a R$ 7.087,22.

Contudo, o reajuste de 10,16% vale apenas para quem estava recebendo os pagamentos em 1º de janeiro do ano passado. Já os segurados que começaram a receber benefícios do INSS a partir de fevereiro de 2021 terão percentual menor de reajuste porque não receberam 12 meses cheios de pagamentos. Entenda.

Data do benefício

Reajuste

Até janeiro de 2021

10,16%

Em fevereiro de 2021

9,56%

Em março de 2021

8,97%

Em abril de 2021

8,04%

Em maio de 2021

7,63%

Em junho de 2021

6,61%

Em julho de 2021

5,97%

Em agosto de 2021

4,90%

Em setembro de 2021

3,99%

Em outubro de 2021

2,75%

Em novembro de 2021

1,58%

Em dezembro de 2021

0,73%

Já para quem ganha o benefício no valor do salário mínimo, o piso nacional passou para R$ 1.212 desde 1º de janeiro. 

Por lei, aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte pagas pelo INSS não podem ser inferiores a um salário mínimo.

Reajuste INSS 2022

Veja abaixo como ficam os valores reajustados de acordo com o novo salário mínimo e índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Benefício 2021

Benefício 2022

R$ 1.100

R$ 1.212

R$ 1.200

R$ 1.322

R$ 1.300

R$ 1.432

R$ 1.400

R$ 1.542

R$ 1.500

R$ 1.652

R$ 1.600

R$ 1.762

R$ 1.700

R$ 1.872

R$ 1.800

R$ 1.982

R$ 1.900

R$ 2.093

R$ 2.000

R$ 2.203

R$ 2.100

R$ 2.313

R$ 2.200

R$ 2.423

R$ 2.300

R$ 2.533

R$ 2.400

R$ 2.643

R$ 2.500

R$ 2.754

R$ 3.000

R$ 3.304

R$ 3.500

R$ 3.855

R$ 4.000

R$ 4.406

R$ 4.500

R$ 4.957

R$ 5.000

R$ 5.508

R$ 5.500

R$ 6.058

R$ 6.000

R$ 6.609

R$ 6.433

R$ 7.087

Com o reajuste de 10,16% para beneficiários do INSS que recebem valores acima de um salário mínimo, o aumento será pouco menor que o do salário mínimo, que teve alta de 10,18%, ou de R$ 112 em relação ao valor vigente (R$ 1.100) no ano passado, mas incorporou quase R$ 2 como compensação pelo reajuste do salário mínimo abaixo da inflação em 2021.

Em 2021, o reajuste foi de 5,45% para beneficiários do INSS que recebem acima de 1 salário mínimo. Já para quem ganhava 1 salário mínimo, o percentual foi de 5,26%. 

Alíquotas do INSS

O reajuste também se reflete na cobrança da contribuição dos trabalhadores para o INSS. Para empregados com carteira assinada, domésticos e trabalhadores avulsos, a tabela de recolhimento passa a ser:

Salário

Alíquota

Até um salário mínimo (R$ 1.212)

7,5%

Entre R$ 1.212,01 e R$ 2.427,35

9%

Entre R$ 2.427,36 e R$ 3.641,03

12%

Entre R$ 3.641,04 e R$ 7.087,22

14%

Os recolhimentos efetuados em janeiro – relativos aos salários de dezembro passado – ainda seguem a tabela anterior.

Tabela Progressiva para cálculo do INSS devido

Vale lembrar que com a reforma da Previdência de 2019, essas taxas passaram a ser progressivas, ou seja, cobradas apenas sobre a parcela do salário que se enquadrar em cada faixa, o que faz com que o percentual de fato descontado do total dos ganhos (a alíquota efetiva) seja menor.

Fórmula para cálculo: Valor da Contribuição ao INSS = "Salário Bruto" x "Alíquota" - "Parcela a Deduzir" 

Salário de Contribuição Alíquota Parcela a deduzir do INSS

Até R$ 1.212,00

7,50%

-

De R$ 1.212,01 até R$ 2.427,35

9,00%

R$ 18,18

De R$ 2.427,36 até R$ 3.641,03

12,00%

R$ 91,00

De R$ 3.641,04 até R$ 7.087,22

14,00%

R$ 163,82

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.