x

Demissão

TikTok: entenda o novo movimento em que jovens postam vídeos com pedido de demissão

Segundo o TikTok, a hashtag #QuitMyJob (me demito em inglês) já supera 200 milhões de visualizações.

05/02/2022 11:00:01

2,8 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

TikTok: entenda o novo movimento em que jovens postam vídeos com pedido de demissão Pexels

O Tik Tok, rede social voltada para o compartilhamento de vídeos, está promovendo mudanças no mundo do mercado de trabalho no Ocidente. 

Tem crescido o número de vídeos compartilhando demissões online, conselhos para melhorar salário ou dicas para avaliar a realização profissional.

Nesse contexto, uma nova tendência surgiu: gravar seu pedido de demissão e transmiti-lo ao vivo no aplicativo.

A situação iniciou com a americana Shana Blackwell em outubro de 2020. Na época, a jovem de 19 anos anunciou que estava se demitindo da filial do Walmart em que trabalhava, usando o microfone do supermercado, em um vídeo que se tornou viral.

"Danem-se os gerentes, dane-se a empresa! Eu me demito, caramba!", exclamou, após dois anos insuportáveis, nos quais disse ter sofrido assédio moral.

Sem querer, ela acabou lançando uma das maiores tendências da plataforma. Os vídeos com a hashtag #QuitMyJob ("me demito", em inglês) acumulam hoje mais de 200 milhões de visualizações.

A Grande Renúncia

Esses vídeos têm uma repercussão considerável nos Estados Unidos, que vivem uma onda de demissões sem precedentes, chamada de "A Grande Renúncia".

Essa onda tem a ver com "um forte efeito de imitação", disse à AFP Stéphanie Lukasik, professora e pesquisadora em ciências da informação e da comunicação da Universidade de Lorraine, na França.

Outros grandes movimentos similares nasceram ou cresceram nas redes sociais, como MeToo, Black Lives Matter e as mobilizações recentes contra as restrições sanitárias, disse Lukasik, enfatizando o efeito "lente de aumento" dessas plataformas.

Além dos vídeos de demissão, o tema do trabalho vem ganhando espaço no TikTok, tornando-se, inclusive, um dos mais populares, superando 50 bilhões de visualizações.

"A cada mês, mais de 1 bilhão de usuários de todo o mundo recorrem à plataforma para criar, compartilhar e descobrir vídeos em formato curto sobre temas que lhes interessam, incluindo questões sociais", assinalou Eric Garandeau, diretor de relações institucionais e públicas do TikTok na França.

"Vi muita gente tomando consciência de sua situação profissional graças ao TikTok [...]. É ótimo vê-los refletir sobre o significado de seu trabalho em suas vidas", declarou à AFP a "tiktoker" Karine Trioullier, que tem experiência em recursos humanos e compartilha vídeos sobre o assunto com seus 500 mil seguidores.

A plataforma, no entanto, não foi pensada para falar de trabalho. No início, a rede era conhecida por seus vídeos com trechos de versões de músicas e cenas de humor.

"Nisso reside o valor desse tipo de rede social digital, que oferece possibilidades: os usuários são livres para se apropriar delas e adaptar seu uso conforme lhes convém", analisou Stéphanie Lukasik.

Fonte: com informações da Folha de S. Paulo

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.