x

CRIPTOMOEDAS

Criptoativos: participação na bolsa depende de regulamentação

O Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) alerta que o processo de monitoramento das criptomoedas precisa ser otimizado.

05/02/2022 13:00:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Criptoativos: participação na bolsa depende de regulamentação

Criptoativos: participação na bolsa depende de regulamentação Pexels

A participação de criptoativos na bolsa de valores será realidade. Países como Canadá e Índia, têm dado sinais de que a economia digital será uma realidade em pouco tempo. No caso do Brasil, ainda deve haver a regulamentação do setor e aprimoramento dos processos de auditoria independente, aponta Ibracon.

Segundo o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) Tecnologia do Ibracon, Márcio Santos, é necessário que haja uma regulamentação “ampla e bem embasada”, visto que criptoativos envolvem questões complexas.

O aprimoramento do sistema de auditoria independente é um dos passos para que isso aconteça.

Márcio explica que o uso mais intensivo de blockchain, por exemplo, ajuda muito a levantar e assegurar as informações financeiras. “O que vai mudar é a forma como esse trabalho será realizado, pois haverá uma necessidade de aprimorarmos os processos e incrementarmos as tecnologias”, finaliza.

Com informações de Ricardo Viveiros & Associados Oficina de Comunicação.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.