x

GREVE CONTINUA

BC: pela falta de acordo, greve dos servidores é mantida por tempo indeterminado mesmo com Copom chegando

A continuação da greve da categoria por termo indeterminado foi decretada nesta terça-feira (7), com 80% de aprovação.

08/06/2022 14:00:01

482 acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

BC: pela falta de acordo, greve dos servidores é mantida por tempo indeterminado mesmo com Copom chegando Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Nesta terça-feira (7), os servidores públicos do Banco Central (BC) deliberaram sobre a manutenção da greve da categoria, que foi aprovada por 80% dos votos e será mantida por tempo indeterminado.

A próxima reunião dos trabalhadores será na semana que vem, dia 14, ao mesmo tempo em que acontece o encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), responsável pela definição do novo valor da taxa Selic, taxa básica de juros do país.

Com a greve mantida, a divulgação dos resultados do Copom devem ser diretamente impactados.

A greve começou em 1º de abril deste ano na busca de reajuste salarial de 27% da categoria, devido à falta de reajustes anuais e as perdas inflacionárias, além de uma nova organização das carreiras internas do banco.

Devido à falta de avanços nas negociações e prejuízos aos serviços e boletins financeiros do BC, os servidores decidiram reduzir o pleito de reajuste, solicitando um aumento de 13,5%, metade do que foi solicitado anteriormente.

O governo poderá decidir e conceder o aumento até o dia 2 de julho, prazo final para implementar mudanças sem impactar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que impede crescimento de despesa com pessoal nos 180 dias que antecedem o fim do mandato presidencial.

Na última sexta-feira (3), o presidente da autarquia, Roberto Campos Neto, afirmou que a demanda salarial não seria atendida, mas que enviará uma minuta com as solicitações não salariais da categoria para o Ministério da Economia.

Entre as pautas não salariais, estão a definição da carreira como típica de Estado, exigência de nível superior para o concurso para técnico do órgão, mudança do nome do cargo de analista para auditor e a criação da taxa de supervisão. 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.