x

DICAS EMPRESARIAIS

De delivery às redes sociais: confira dicas para vender mais nas festas juninas e julinas

Fique por dentro das dicas que os especialistas prepararam para aproveitar o período comemorativo e aumentar a renda.

26/06/2022 11:00:01

5,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

De delivery às redes sociais: confira dicas para vender mais nas festas juninas e julinas Pixabay

Depois de dois anos sem nenhum tipo de evento, o mês de junho e julho guardam várias oportunidades para movimentar o comércio em datas festivas.

Com o mês de junho, chega também o inverno. E, no friozinho, não tem coisa melhor do que uma fogueira para se aquecer, um quentão para alegrar o ânimo e comidas típicas das festas juninas e julinas. 

Por serem tão populares e queridas, as festas juninas sempre foram, também, um bom momento para a economia dos lugares onde acontecem. Por todo o Brasil, as quermesses lotadas fazem a alegria dos donos das barracas que faturam bastante servindo comidas típicas e, além disso, muitos lojistas aproveitam a época para oferecer trajes e decorações tradicionais, como balões e bandeirinhas. 

É justamente por isso que, quando o assunto são as festas juninas e julinas, as oportunidades de ganhar dinheiro estão em todo lugar. Empresários de diversas áreas podem embarcar nessa e conseguir aquela renda extra que pode fazer diferença para pagar as contas, sair das dívidas ou guardar um dinheiro no início do semestre. 

Por isso, a Recovery, empresa especialista em recuperação de crédito, do Grupo Itaú, dá dicas de como aproveitar essa temporada para ganhar um dinheiro extra e aumentar a renda mensal.

Como se organizar para vender mais nas festas juninas

Foco no planejamento: independente de qual atividade for a escolhida, organização é um fator fundamental para entregar um bom produto e vender bem. Portanto, antes de começar, é bom planejar direitinho o que e como fazer.  

Os caminhos são diferentes para cada escolha, mas todos têm em comum o fato de que o empreendedor precisará de bons fornecedores para obter ingredientes e materiais. Além disso, também é preciso pensar na logística, e se perguntar como fará para entregar seus produtos. Uma ótima opção é o delivery, que antes da pandemia já era um sucesso e, hoje em dia, tornou-se quase uma regra. 

Aposte no delivery

Se sua empresa nunca trabalhou com um sistema de entregas a domicílio, pesquise o que é mais vantajoso. Quem tem veículo próprio pode levar os itens pessoalmente até o cliente. 

Já os que não possuem carro ou moto têm a opção de contratar os serviços de entregadores profissionais.  

É bom lembrar que se a empresa trabalha com delivery, as festas juninas podem ser utilizadas para fidelizar seus clientes: por que não aproveitar e adicionar bandeirinhas e pequenas prendas aos pedidos? A primeira impressão é a que fica, então, atenção à qualidade e foco no cliente são palavras de ordem para todo negócio de sucesso.

Saiba como calcular o preço de venda do seu produto

Aprender a calcular o preço de venda dos produtos garante a margem de lucro adequada, além de ser fundamental para todo tipo de negócio. Nas festas juninas, não é diferente. A primeira providência é calcular os custos do produto que, de modo geral, podem ser diretos ou indiretos: 

  • Custos diretos: são os valores usados no processo de confecção do produto, como os ingredientes para as receitas e os materiais para a elaboração de itens de decoração e roupas. Ou seja, todo o investimento necessário em insumos e matéria-prima. 
  • Custos indiretos: são os chamados “gastos invisíveis”, que incluem valores como água, luz, gás, internet, entre outros. Referem-se ao que é necessário para manter a infraestrutura do local de produção (que pode ser a sua cozinha). 

Para calcular o preço de venda, liste todos os seus custos, sejam eles diretos ou indiretos. Depois, adicione a sua margem de lucro, considerando o tempo que a empresa dedica às atividades. 

Assim, o empresário chegará ao preço final. Também é muito importante pesquisar quanto outras pessoas cobram, em média, pelos mesmos itens oferecidos. Só assim é possível estabelecer um preço competitivo e se estabelecer no mercado.

Diferenciais que agregam valor

Detalhes fazem toda a diferença. Incorporá-los em seu produto ou serviço pode agregar valor, conquistar e fidelizar clientes. Portanto, se possível, invista em embalagens mais atraentes e materiais de boa qualidade. 

Aqui o que mais vale é a criatividade: cores vibrantes, cartões de apresentação e bilhetinhos carinhosos de agradecimento são ótimos para impressionar o consumidor.

Divulgando seus produtos na internet

Utilize-se das redes sociais para potencializar os produtos e as vendas. O Instagram, por exemplo, é uma ótima maneira de chamar a atenção de seu público, por ser uma rede social altamente visual. Se o empresário quer começar a usar a plataforma com o pé direito, siga o passo a passo:

  1. Crie um perfil comercial: o primeiro passo é criar uma conta comercial no Instagram, escolhendo um nome atraente e simples, de preferência, para que seja fácil de encontrar.
  2. Capriche nos posts: como o Instagram é uma rede social baseada na imagem, capriche nas fotos que irá postar, optando sempre por uma boa iluminação e composição nas fotografias. Não se esqueça de adicionar sempre as hashtags (#), descrevendo em palavras curtas o seu produto, sua marca e sua localização. Assim, aumenta sua visibilidade.
  3. Mantenha uma rotina de postagem - Após criar sua conta e produzir o seu conteúdo, mantenha uma rotina de postagem, alimentando a página com certa periodicidade. Faça um planejamento, para que já tenha de antemão um cronograma com os temas e o formato das postagens. Mantendo uma boa frequência, sua página e seus produtos terão cada vez mais relevância e visibilidade, conquistando clientes.

Essas dicas podem fazer com que as empresas tenham uma renda extra e melhorem suas finanças ou quitem suas dívidas durante as festas juninas e julinas.

Com informações Recovery e Hercog Comunicação

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.