x

Economia

Gerando dinheiro com o cartão de crédito

Aprenda em apenas sete passos como usar o cartão como fonte de recursos.

04/07/2022 16:30:01

4,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Gerando dinheiro com o cartão de crédito Pexels

Muitas pessoas encaram o cartão de crédito como vilão, mas é possível usá-lo de forma estratégica para outras finalidades, além do consumo.

Com as técnicas e escolhas corretas, é possível ganhar dinheiro e ainda ter acesso a uma infinidade de vantagens.

“Fazer dinheiro com o consumo ainda não é uma cultura do brasileiro, mas com medidas práticas, é muito simples alcançar esse objetivo”, avalia o CEO da Prezzo Contabilidade e da Mais Finanças Educação Financeira, Paulo Oliveira.

Mas, para isso, o especialista em finanças ensina alguns passos que o usuário do cartão de crédito precisa seguir para fazer dinheiro com o plástico.

Passo 1: ter disciplina

O primeiro é usar o cartão de forma controlada, pois os passos seguintes surtirão maior efeito se o dono do plástico for uma pessoa disciplinada o nos gastos.

"Não é o cartão que faz a despesa. É o comportamento do dono do cartão de crédito que define se vai gastar mais ou menos. Então, o cartão é somente um meio de se utilizar. Se o usuário tem um consumo consciente, irá ser muito beneficiado pelas estratégias dos passos seguintes”, explicou Paulo Oliveira.

Passo 2: cobertura de gastos

O segundo passo é escolher um cartão de crédito com limite alto que cubra todas as despesas mensais previstas, pois a estratégia a ser utilizada fica mais difícil de ser aplicada em múltiplos cartões, já que seria necessário muito mais disciplina e, com a correria do dia a dia, ficaria mais difícil dispor de tempo para controlar e aplicar esses métodos em vários cartões.

Então, o ideal é ter um cartão que ofereça as vantagens dos passos seguintes. 

Passo 3: programa Investback

Além de ter um cartão com um limite para todas os gastos, ele deve oferecer o serviço de investback. O que é isso?

Ao fazer compras, alguns programas devolvem uma porcentagem do consumo ao usuário. Esse dinheiro extra pode ser usado como desconto na fatura, saques, transferências e novas compras.

Dependendo do cartão, existe a possibilidade de acumular até 3% de investback.

Vale salientar que, em muitos casos, o mercado nem sempre exige renda mínima ou cobrança de anuidade. “É muito vantajoso ter um cartão com esse serviço pois receberá dinheiro de volta para fazer o que quiser”, ensina o consultor de finanças Paulo Oliveira. 

Passo 4: usar o dinheiro para investir 

Como os gastos estarão centralizados no cartão de crédito, o usuário pode utilizar o dinheiro que usaria para consumo em investimentos.

Existem várias formas de aplicações financeiras com excelente rentabilidade, então, é uma ótima estratégia para fazer o dinheiro ser multiplicado. 

Passo 5: visualização em tempo real

Alguns cartões oferecem uma espécie de linha do tempo em que é possível visualizar os gastos na hora. É um histórico atualizado no mesmo instante da compra.  Alguns oferecem ainda um serviço de envio de notificação por mensagens no celular.

"Com a atualização em tempo real, o usuário consolida seus gastos no cartão de crédito.  E ainda deixa o dinheiro aplicado, rendendo enquanto utiliza o plástico. É muito vantajoso”, orienta Oliveira. 

 Passo 6: vantagens exclusivas

E por falar em vantagens, esses cartões tem uma “cereja no bolo”. São parcerias com algumas marcas que oferecem cashback, ou seja, um percentual do dinheiro da compra de volta, além de descontos e ofertas exclusivas.

“Ter acesso a benefícios também é uma forma de gerar mais dinheiro para aplicar onde pode render mais”, avalia o consultor financeiro.

Uma dessas vantagens é o acesso a salas vip, onde a visita costuma ser cobrada e, muitas vezes, por um preço alto. 

Passo 7: usar em programas de fidelidade

A possibilidade de transferir pontos para programas de milhagem ou de fidelidade é outra vantagem desses cartões.

“Você pode utilizar a pontuação para compra de passagens aéreas, reserva em hotéis, trocas por produtos ou serviços e uma infinidade de outros benefícios oferecidos pelo mercado”, finaliza Paulo Oliveira. 

Portanto, se o usuário utilizar esses passos ensinados, o dinheiro será multiplicado e ainda obterá vantagens exclusivas para quem utiliza esses cartões.

Vale a pena checar se o seu cartão possui essas ferramentas. Do contrário, procurar instituições financeiras que ofereçam esse tipo de cartão para que esses métodos sejam empregados. 

Fonte: assessoria de imprensa/ Paulo Oliveira

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.