x

Novo benefício

Auxílio taxista: prazo para que prefeituras enviem dados termina hoje (2)

Prefeituras devem enviar informações dos profissionais elegíveis até as 19h desta terça-feira (2); pagamento começa no dia 16 de agosto.

02/08/2022 14:00:02

4,8 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Auxílio taxista: prazo para que prefeituras enviem dados termina hoje (2) Foto: Isabel Baldoni/PBH

As prefeituras de todos os municípios do Brasil terão mais dois para cadastrar motoristas elegíveis para receber o Auxílio Taxista do Ministério do Trabalho e Previdência. 

A prorrogação do prazo faz com que a data limite para os municípios enviarem as informações seja às 19h desta terça-feira (2).

Segundo a pasta, a mudança de data não altera o calendário de pagamento. A expectativa é que os pagamentos comecem no dia 16 de agosto.

Os motoristas de táxi com direito ao Benefício Emergencial Taxista, como o auxílio foi batizado, poderão receber até R$ 2.000 neste mês, referente ao pagamento da primeira e segunda parcelas previstas para agosto.

A previsão é que os profissionais recebam até seis parcelas de até R$ 1.000 cada. No entanto, esse valor poderá oscilar conforme a quantidade de taxistas com direito a receber.

Calendário do Auxílio Taxista

1ª parcela - previsão de pagamento em 16 de agosto

2ª parcela - previsão de pagamento em 30 de agosto

3ª a 6ª parcelas - previsão de pagamento entre setembro e dezembro

Os dados cadastrados serão processados pela Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações do Governo Federal).

A partir do dia 2 de agosto, o sistema ficará fechado para o envio de informações para que a Dataprev faça a análise e o cruzamento dos dados recebidos para identificar os trabalhadores com direito ao benefício.

Taxista com CPF irregular não receberá

Os taxistas que estiverem com o CPF irregular não vão receber. Incluem-se nesta regra os CPFs suspensos, cancelados, nulos ou que estejam vinculados a alguém que já morreu. 

Quem ganha pensão por morte também perde o direito, assim como os profissionais que recebem benefício por incapacidade permanente para o trabalho, que é a aposentadoria por invalidez.

Os dados serão cruzados em todas as bases nacionais. Quem é taxista e também tem registro como caminhoneiro no sistema de Transportadores Autônomos de Cargas também não terá acesso ao dinheiro. Neste caso, o profissional deverá receber o Auxílio Caminhoneiro de até R$ 1.000, que começa a ser pago em 9 de agosto.

Segundo portaria do Ministério do Trabalho e Previdência publicada na última quinta-feira (28), o pagamento do Auxílio Taxista será feito em poupança social digital. 

Com isso, o recebimento dos valores deve ocorrer pelo Caixa Tem. No entanto, essa informação não estava especificada no documento.

Fonte: com informações da Folha de S.Paulo

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.