x

PEC DOS BENEFÍCIOS

Auxílio taxistas: mais de 300 mil motoristas já se cadastraram para recebimento do benefício

Motoristas que estiverem regularizados e forem elegíveis ao programa receberão no próximo dia 16 o benefício referente a julho e agosto.

04/08/2022 11:45:01

5,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Auxílio taxistas: mais de 300 mil motoristas já se cadastraram para recebimento do benefício PEXELS

O Auxílio taxista, novo benefício do governo aprovado pela PEC dos Benefícios, começará a ser pago no dia 16 de agosto e até esta terça-feira (2), 301.505 taxistas já estavam cadastrados e à espera da análise do Dataprev para confirmar se estão elegíveis ao programa.

O auxílio será de R$1 mil, pago até dezembro deste ano, e aqueles que estiverem aptos nesta primeira fase receberão no próximo dia 16 a parcela de julho e agosto.

O Ministério do Trabalho e Previdência também informou que a quantidade de cidades que já informaram o número de motoristas regulares já alcançava 3.119.

Na quarta-feira (3), começou a análise e cruzamento de dados recebidos pela Dataprev, que deve continuar a verificação nesta quinta-feira (4). Por isso, o sistema estará fechado até a conclusão do procedimento. 

Amanhã (5), começa a segunda fase de cadastramento e as cidades poderão continuar a cadastrar os motoristas. Se após o cruzamento de dados desse segundo momento tornar o motorista elegível ao auxílio, ele receberá o pagamento de julho e agosto no dia 30 deste mês.

A Dataprev, empresa de tecnologia e informações da previdência do governo, é a responsável por checar e cruzar os dados recebidos pelos municípios com as informações disponíveis em bases de dados do próprio governo federal, verificando se os candidatos atendem os critérios estabelecidos, evitando auxílios pagos indevidamente e identificando quem pode receber o benefício.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.