x

Dicas

TikTok: o que mostrar ou não da sua rotina de trabalho na rede social?

Rede social está na mira de profissionais de diversas áreas como ferramenta de divulgação do trabalho e busca de emprego.

29/10/2022 11:00:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
TikTok: o que mostrar da sua rotina de trabalho para os outros

TikTok: o que  mostrar ou não da sua rotina de trabalho na rede social? Foto: Pexels/ Cottonbro

O TikTok é uma rede social que está crescendo em uso para mostrar, também, o dia a dia do trabalho de profissionais, dicas de especialistas e tudo de uma forma informativa e interativa. A verdade é que a rede social já é ferramenta de trabalho para muitas pessoas.

Para quem está em busca de oportunidade no mercado, especialistas dizem que o engajamento nas redes sociais pode ampliar o acesso a oportunidades e aproximar recrutadores de empresas, principalmente de áreas artísticas. Mas é preciso estar atento à forma e ao conteúdo compartilhado.

Entender o que pode e o que não pode nas redes sociais é mais difícil do que parece. De acordo com a psicóloga, coach de carreira e headhunter, Rafaela Abreu, a escolha do que é publicável depende de três fatores: 

  • o propósito da pessoa; 
  • a área em que atua;
  • e qual perfil de empresa deseja atrair (para quem está em busca de emprego). 

“Quando têm muitos assuntos destoantes, a empresa pode olhar e não gostar do vídeo”, alerta a especialista.

Aqueles que divulgam a rotina de trabalho nas redes devem ter cautela ao utilizar o nome da empresa. “Porque vai representar a instituição”, diz Rafaela. Em alguns casos, o funcionário pode ser responsabilizado profissionalmente. 

“Por exemplo, se falar algo ofensivo, a empresa pode justificar demissão por causa da conduta do colaborador”, afirma ela. Para evitar advertências e até afastamento, o ideal é verificar com o jurídico da empresa.

O TikTok já acumula mais de 11 milhões de visualizações na #trabalhecomigo. Disputar alguns segundos com milhares de publicações é um desafio. “Por isso, passar algo natural na mensagem é importantíssimo”, avalia a psicóloga Rafaela Abreu.

Embora o TikTok tenha sido o aplicativo mais baixado do mundo no 1º trimestre de 2022, conforme dados da Sensor Tower, lideranças e empresas ainda não estão alinhadas com os recursos da plataforma. 

“As corporações estão um pouco devagar, tentando entender, porque é algo relativamente novo”, considera Rafaela Abreu. Por outro lado, o engajamento nas redes pode ser um diferencial para alguns profissionais. “Setores artísticos, criativos e de marketing são bem vistos nesses espaços”.

Algumas áreas, por sua vez, têm Código de Conduta e Ética com tópicos que orientam o profissional na divulgação do trabalho nas redes sociais, a exemplo do Direito.

“Mas nem tudo dá para ser replicado. A gente tenta trabalhar algo adaptado para a realidade do profissional. Isso vale para o advogado, dentista e outros”, comenta a cofundadora e redatora da ConnectLaw, empresa especializada em marketing jurídico, Beatriz Xavier.

Dicas para publicar sobre seu trabalho no TikTok

- Evite abordar temas que podem gerar gatilhos, como suicídio e outros transtornos mentais;

- Verifique as informações compartilhadas antes da publicação para não disseminar desinformação;

- Não divulgue imagem sem autorização;

- Antes de gravar imagens no ambiente de trabalho, converse com o gestor responsável

- Utilizou algum conteúdo como referência para a produção do material? Cite a fonte no vídeo, na legenda ou nos comentários;

- Atenção ao criticar outra pessoa nas redes sociais. Ofender, acusar ou citar um indivíduo publicamente, atribuindo a ele um fato específico, pode configurar o crime de difamação.

Com informações do Estadão

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.