x

ano-calendário

3 dicas para fazer um fechamento do ano fiscal assertivo

Fechamento do ano fiscal ajuda empresários no planejamento, previsão de custos e despesas, além de projetar as receitas

02/02/2023 17:00:03

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Fechamento do ano fiscal: o que é e como fazer

3 dicas para fazer um fechamento do ano fiscal assertivo picjumbo.com/Pexels

O fechamento do ano fiscal é o período em que a empresa deve contabilizar e apurar suas receitas e despesas.

É uma rotina que deve ser realizada de forma periódica para atestar que todos os relatórios, registros e gráficos contábeis foram elaborados corretamente.

O procedimento, que pode ser feito de forma mensal ou trimestral, auxilia no acompanhamento das oscilações de desempenho, do fluxo de caixa e demais dados financeiros do negócio.

Durante esse período, são registradas todas as entradas e saídas de recursos para mensurar o resultado da empresa por meio de um balanço patrimonial e uma Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) .

Fechamento de ano fiscal

O fechamento do ano fiscal auxilia no acompanhamento da escrituração fiscal, na apuração de impostos e até na verificação de entregas de obrigações acessórias.

Escrituração fiscal

Com as informações obtidas por meio do fechamento do ano fiscal é possível que o gestor possa acompanhar o quanto a empresa conseguiu produzir durante um determinado período.

Com a escrituração fiscal é possível, por exemplo, conhecer a movimentação e a composição do estoque, custo do produto, gerar os livros contábeis, entre outros.

Apuração de impostos

A apuração de impostos é um dos processos mais importantes de uma empresa. Quando o empreendedor tem as informações organizadas e estruturadas, é possível saber se a opção de tributação em que o negócio está enquadrado deve ou não ser mantida.

Atualmente, o Brasil conta com três formatos de tributação: Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional. Cada um deles tem suas peculiaridades e suas devidas obrigações acessórias.

Obrigações acessórias

O dia a dia de milhares de empresas é composto pelo cumprimento de burocracias. Boa parte do tempo gasto é justamente para verificar se as entregas das obrigações estão em dia.

O fechamento do ano fiscal contribui para ajudar o gestor a manter suas obrigações acessórias em dia, por meio de um controle centralizado das informações e da uniformização dos registros.

Como fechar o ano fiscal

O primeiro passo para conseguir fechar o ano fiscal de forma assertiva é organizar a escrituração contábil.

Muitas empresas, especialmente as pequenas e que são geridas pelo próprio empreendedor, acabam se descuidando dessa premissa e, por isso, enfrentam dificuldades no final do período.

Para dar a devida atenção à escrituração contábil da empresa, é preciso:

  • Observar a exatidão entre os valores debitados e creditados;
  • Conhecer o seu saldo bancário;
  • Observar se o seu negócio está cumprindo com a legislação tributária.

A partir dos relatórios contábeis é possível conhecer a situação do patrimônio da empresa, o total de bens, direitos e obrigações, bem como analisar o resultado do exercício, ou a DRE.

Outro passo importante é organizar os saldos e calcular o seu lucro do negócio. Esses dados são relevantes para o gestor avaliar os resultados e programar novas estratégias.

Se não há organização e controle dos saldos, o processo de fechamento anual acaba sendo desgastante, visto que será necessário levantar todas as informações do passado, consequentemente, a interpretação e o detalhamento podem ser muito mais difíceis, dado que alguns fatos podem se perder com o tempo.

Por fim, é imprescindível adotar métodos eficazes para manter as notas fiscais sempre organizadas e prontas para serem consultadas.

Essa é uma forma prática de facilitar os trâmites legais, não apenas para cumprir as exigências fiscais, mas para manter a boa gestão do negócio.

Importância do fechamento do ano fiscal

Realizar o fechamento do ano fiscal é essencial para que o gestor possa verificar e analisar a viabilidade do negócio no próximo período.

Com relatórios em mãos e que apontem com precisão a saúde financeira da empresa é possível verificar se o negócio está gerando lucro e como os números comprovam esse resultado.

A partir dos dados do fechamento do ano fiscal, o empreendedor pode tomar as melhores decisões para seu negócio e avaliar, de forma quantitativa e qualitativa, o cenário da empresa no curto e longo prazo.

Com informações do Flua

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.