x

TRABALHO HÍBRIDO

Trabalho híbrido sem normas explícitas aumenta em 12% a probabilidade de demissão, segundo estudo

Saiba quais as estratégias mais eficazes para modelos de trabalho híbrido e retenção de funcionários.

29/04/2023 12:00:05

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Sem trabalho remoto, empresas têm 12% mais demissões

Trabalho híbrido sem normas explícitas aumenta em 12% a probabilidade de demissão, segundo estudo

Organizações que não estabelecem normas explícitas sobre o trabalho híbrido podem enfrentar um aumento de 12% na probabilidade de um funcionário pedir demissão, de acordo com estudo do Gartner, uma das principais empresas mundiais especializadas em pesquisa e consultoria em tecnologia da informação. 

A falta de canais informais para absorver as normas nos modelos de trabalho híbrido de hoje requer a criação e comunicação de novas normas de forma mais intencional e explícita por parte dos líderes de Recursos Humanos (RH).O estudo do Gartner revelou que os modelos híbridos bem-sucedidos envolvem três categorias principais de normas explícitas: visibilidade, flexibilidade e promoção de conexões. A criação de transparência nas preferências de trabalho oferece uma oportunidade para os funcionários cocriarem políticas de equipe. 

A visibilidade do cronograma e das preferências de trabalho compartilhadas pode melhorar o desempenho, engajamento e inclusão dos funcionários.

No entanto, menos da metade das organizações está implementando essas práticas. Funcionários de equipes híbridas que compartilham preferências de trabalho podem experimentar um engajamento 8% maior, um senso de inclusão 7% maior e um desempenho 5% maior em comparação com funcionários cujas equipes não compartilham, de acordo com a pesquisa do Gartner realizada com 3.524 funcionários entre outubro e novembro de 2022.

Dias frequentes de trabalho remoto e dias sem reuniões surgiram como normas de trabalho híbrido que contribuem para melhorar a produtividade e o desempenho dos funcionários. Enquanto 55% das organizações oferecem dias remotos frequentes, apenas 22% têm dias sem reuniões. A análise do Gartner descobriu que os melhores modelos híbridos oferecem três ou mais dias remotos por semana, em média.

Definir dias sem reuniões permite que os funcionários personalizem suas estruturas de trabalho, reduzam a sobrecarga virtual e a fadiga nas reuniões. A pesquisa do Gartner mostra que as organizações podem melhorar os resultados dos funcionários facilitando reuniões presenciais periódicas e trabalho no local com os gerentes. No entanto, apenas 40% das organizações estão implementando qualquer um desses métodos.

O estudo do Gartner evidencia a importância de estabelecer normas explícitas em modelos de trabalho híbrido para aumentar o engajamento, o senso de inclusão e o desempenho dos funcionários, reduzindo a probabilidade de demissão.As organizações devem investir em políticas de trabalho híbrido bem definidas e intencionais, incluindo a promoção de conexões entre os colaboradores, a flexibilidade para equilibrar as demandas pessoais e profissionais e a transparência nas preferências de trabalho e cronogramas compartilhados. 

Adotar essas práticas pode contribuir para um ambiente de trabalho mais inclusivo, engajado e produtivo, melhorando a retenção de talentos e o sucesso da empresa no longo prazo.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.