x

Contabilidade Pública requer mais transparência

Essa foi a tônica de palestra realizada pelo presidente do SESCON-SP, José Maria Chapina Alcazar, na sede do CRA-SP - Conselho Regional de Administração

21/10/2008 00:00:00

1,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Essa foi a tônica de palestra realizada pelo presidente do SESCON-SP, José Maria Chapina Alcazar, na sede do CRA-SP - Conselho Regional de Administração de São Paulo. Diferenças e pontos em comum entre o exercício contábil nas gestões estatal e privada também estiveram em destaque.

"Alguém que não seja especialista consegue entender facilmente um balanço do setor público?" Dirigida a uma platéia de administradores, dentre eles profissionais atuantes em órgãos governamentais, a pergunta demonstrava o ponto central do encontro: a necessidade de uma profunda reformulação na maneira como hoje se apresentam informações de grande interesse para toda a sociedade.

Ao defender essa tese, Chapina Alcazar exibiu uma peça contábil do Tesouro Nacional com seus diversos demonstrativos, considerados por ele de difícil compreensão para indicar resultados e aplicação de recursos, mesmo fielmente elaborados com base na Lei, que é de 1964 e permanece em vigor até hoje.

"O segundo passo, após a simplificação dessas peças, é trazê-las para discussão junto à sociedade", disse o empresário e líder setorial, para quem o sistema está visivelmente falho, face ao grande número de escândalos registrados na administração pública, "mesmo diante da Lei de Responsabilidade Fiscal e da ação efetiva dos Tribunais de Contas", frisou.

Finalmente, o empresário e líder setorial traçou um paralelo entre a contabilidade pública e a privada, apontando como maior diferença entre ambas o direcionamento da primeira para os resultados, "o que só pode ser obtido com eficiência, algo totalmente contrário aos excessos na contratação de pessoal que se vê em vários setores da máquina estatal", exemplificou.

Segundo Jorge Luis dos Santos, coordenador do Grupo de Excelência de Estudos em Administração Pública do CRA-SP, o convite dirigido ao SESCON-SP para tratar do tema deveu-se ao fato de o Sindicato estar entre as lideranças mais atuantes na atual fase de mudanças vivida pelo Brasil, "enxergando a questão pública como todos nós, cidadãos, à espera um determinado perfil por parte dos nossos governos".

O presidente Chapina, por sua vez, lembrou a presença do CRA em lutas memoráveis na defesa do empreendedorismo, considerando o evento conjunto da última quinta-feira mais uma clara demonstração da credibilidade e dos profundos laços de profissionalismo existentes entre as duas entidades.

Fonte: Assessoria de Imprensa do SESCON-SP

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.