x

CARTÕES DE CRÉDITO

Pix cresce, mas cartões de crédito e débito mantêm liderança nas transações financeiras

Em meio ao avanço da digitalização, cartões continuam sendo o método de pagamento preferido no Brasil.

26/05/2023 15:30:04

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Cartões de crédito ainda dominam o mercado brasileiro

Pix cresce, mas cartões de crédito e débito mantêm liderança nas transações financeiras

Os números de transações digitais têm crescido notavelmente, com a expansão tecnológica impulsionando o setor financeiro. O sistema de pagamento Pix acumulou 26 bilhões de transações nos dois primeiros anos, registrando um aumento de 390% no número de chaves cadastradas, atualmente 523 milhões, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Contudo, apesar da popularidade de novos métodos de pagamento, os cartões de crédito e débito ainda dominam as transações financeiras no Brasil. Estes instrumentos são favoritos entre os consumidores devido à sua praticidade e flexibilidade de pagamento, contribuindo significativamente para a movimentação financeira e impulsionando as vendas das empresas.

O conceito de cartões de crédito remonta à década de 1920 nos Estados Unidos. A proposta original era fornecer um meio de pagamento pós-pago para clientes fiéis. Décadas mais tarde, a produção em massa de cartões de crédito foi popularizada pelo Diners Club, seguido pelo Bank of America em 1966. A última empresa introduziu o uso de cartões de crédito no Brasil, dando origem às marcas Visa e Mastercard.

A Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) relata que em 2022, o volume de transações via cartão aumentou 24,6% no Brasil, atingindo R$ 3,31 trilhões. Este total inclui R$ 2,1 trilhões em cartões de crédito e R$ 992,4 bilhões em débito. O uso de cartões pré-pagos também cresceu expressivamente, movimentando R$ 227,6 bilhões.

As projeções para 2023 indicam que a tendência de crescimento continuará, com a Abecs prevendo um aumento de 14% a 18% no valor total transacionado via cartões de crédito, débito e pré-pago. Uma parte considerável desse crescimento virá de transações online, que movimentaram R$ 700 bilhões em 2022, um aumento de 22,8%.

Os cartões, portanto, continuam sendo um método de pagamento crucial, oferecendo vantagens competitivas para as empresas que optam por oferecer cartões de marca própria para fidelizar clientes. Nesse contexto, é essencial contar com parceiros que possam gerenciar todo o processo de emissão, como a Bankly.

Mesmo diante das inovações tecnológicas, os cartões de crédito e débito mantêm sua relevância na dinâmica da sociedade, com empresas que adotam estratégias eficazes nesse cenário, tendendo a obter vantagens competitivas.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.