x

SEGURO

Motorista de aplicativo: governo estuda pacote de seguros para grupo

Medidas incluem proteção contra acidentes e afastamento por doença.

30/05/2023 11:10:05

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Governo pode lançar pacote de seguros para motoristas de app

Motorista de aplicativo: governo estuda pacote de seguros para grupo

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) avalia propostas das seguradoras para a proteção de motoristas de aplicativos, tais como 99 e Uber. 

As medidas se assemelham às já existentes para quem tem carteira assinada. 

A proteção incluiria as seguintes situações: 

  • Afastamento por doença;
  • Acidente de trabalho; 
  • Danos a bens (carros e motos); 
  • Previdência privada.

O presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), Dyogo Oliveira, acabou detalhando as medidas ao Poder360. 

“São propostas que a gente acha que podem até ajudar o governo e ajudar o país”, disse Oliveira. 

O economista falou sobre o tema em entrevista concedida ao Poder360, na última sexta-feira (26), durante o 1º Workshop de Seguros para Jornalistas da CNseg, no Rio de Janeiro (RJ).

Existem críticas do ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, sobre as condições de atuação dos motoristas de aplicativo. 

Em entrevista ao Poder360, em 6 de maio, Marinho associou o termo “uberização” à precarização de atividades ligadas aos aplicativos.  

“A história da ‘uberização’ virou até sinônimo, é uma empresa, é exatamente a lógica da precarização, da super exploração das pessoas em relação a uma nova tecnologia. Isso é um absurdo. Isso é inaceitável. O que precisamos é que as tecnologias estejam à disposição da humanidade, favorecendo maior remuneração, maior conforto”, disse o ministro.

Marinho também defendeu a seguridade social para os trabalhadores de aplicativo.

“É preciso garantir seguridade social, ou seja, Previdência Social para esses profissionais, mas é preciso ir além. É preciso falar de jornada, para não ter jornada extenuante, para evitar acidente, doença e ter um ambiente saudável nesse trabalho”.

Com informações do Poder360

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.