x

desenrola brasil

Desenrola: Caixa limpa nome de 225 mil pessoas com dívidas de até R$ 100 e prepara mutirão de atendimento para renegociação de débitos

Confira os detalhes do mutirão de atendimento de renegociação de débitos com descontos de até 90% e prazos de parcelamento em até 96 meses.

20/07/2023 14:30:08

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Desenrola Brasil: Caixa limpa nome de 225 mil pessoas

Desenrola: Caixa limpa nome de 225 mil pessoas com dívidas de até R$ 100 e prepara mutirão de atendimento para renegociação de débitos Foto: Pillar Pedreira/Agência Senado

A Caixa Econômica Federal está empenhada em potencializar a renegociação de dívidas e proporcionar uma oportunidade para a população brasileira desafogar suas finanças e recuperar o acesso ao crédito. Seguindo a linha de ação indicada pelo Ministério da Fazenda com o programa Desenrola Brasil, o banco busca desnegativar os cidadãos, possibilitando que retomem seu poder de consumo.

Nas primeiras fases do Desenrola Brasil, a Caixa já realizou a renegociação de mais de 10 mil contratos de pessoas inadimplentes em apenas dois dias. Segundo informações divulgadas pela instituição, cerca de 90% desses contratos foram liquidados com descontos inferiores a R$ 2.000. Os principais tipos de dívidas que levaram os brasileiros ao endividamento foram o cheque especial, cartão de crédito e crédito consignado.

Para impulsionar ainda mais essa iniciativa, a Caixa prepara um grande mutirão de atendimento que ocorrerá nesta sexta-feira (21). Nesse dia, todas as agências do banco abrirão com uma hora de antecedência para atender a demanda da população interessada em renegociar suas dívidas. 

Será uma oportunidade única para os clientes da Caixa obterem descontos expressivos, que podem chegar a até 90% do valor total da dívida, dependendo do perfil do devedor. Além disso, haverá a possibilidade de parcelamento em até 96 meses, oferecendo maior flexibilidade para o pagamento.

É importante ressaltar que a remoção da negativação é uma contrapartida exigida pelo governo para que as instituições financeiras participem do programa Desenrola. A expectativa do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, é de que o programa possa limpar o nome de até 2,5 milhões de pessoas, caso todos os bancos adiram à iniciativa.

Além do Desenrola Brasil, a Caixa também está focada na campanha Tudo em Dia, que beneficia exclusivamente os clientes do banco. A expectativa é de que cerca de 400 mil micro e pequenas empresas (MPEs), além de pessoas físicas, possam ser beneficiadas por essa ação.

Os números impressionam quando se analisa o volume de contratos que se enquadram nos dois programas de renegociação de dívidas: são aproximadamente 17,8 milhões de contratos, com um passivo total de aproximadamente R$ 22 bilhões.

No mutirão de atendimento da próxima sexta-feira, os 63 mil funcionários da Caixa estarão mobilizados para viabilizar o serviço à população. A presidente do banco, Maria Rita Serrano, acompanhará pessoalmente o evento, visitando agências em Brasília, enquanto a alta administração estará coordenando o atendimento nas capitais brasileiras.

Para facilitar o acesso aos serviços de renegociação, a Caixa disponibilizará também um caminhão-agência em Santos (SP), a fim de atender a demanda dos moradores da região.

Os interessados em utilizar o Desenrola Brasil ou a campanha Tudo em Dia podem realizar a negociação diretamente nas agências bancárias da Caixa, pelo aplicativo Cartões Caixa, pelo site da Caixa Desenrola ou pelos telefones 0800-104-0104 (também disponível no WhatsApp) e 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas).

Cabe ressaltar que não há limites para a quantia a ser quitada. Caso a instituição financeira não participe do programa Desenrola, é possível realizar a portabilidade da dívida para outro banco, conforme orientações da Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

Rede de atendimento compartilhada entre bancos públicos

A Caixa, em conjunto com o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste (BNB) e o Banco da Amazônia (Basa), assinou um acordo visando à ampliação da rede de atendimento e do acesso aos serviços dessas instituições financeiras públicas

O protocolo de intenções, que foi assinado na sede da Caixa, em Brasília, estabelece a criação de um grupo de trabalho para discutir parcerias e aprimorar o atendimento aos clientes dos quatro bancos. A reunião contou com a presença dos presidentes das instituições e do secretário-executivo do Ministério da Fazenda.

Uma das propostas em estudo é a unificação do atendimento aos clientes dos quatro bancos por meio de um caixa eletrônico compartilhado. Essa medida permitiria que os correntistas pudessem sacar dinheiro ou efetuar pagamentos em qualquer um dos postos de atendimento espalhados pelo país.

No futuro, está previsto que as 21 milhões de famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família poderão receber o pagamento do benefício em qualquer uma das quatro instituições financeiras federais. Atualmente, essa operação é realizada exclusivamente pela Caixa.

Inicialmente, o plano é focar na integração de 9.000 agências dos bancos envolvidos. Após essa etapa, serão adicionadas as 13 mil lotéricas da Caixa, com o objetivo de unificar 22 mil unidades de atendimento nos municípios brasileiros.

A previsão da presidente da Caixa, Maria Rita Serrano, é que o serviço integrado esteja disponível para a população até o final deste ano, dependendo do processo de adaptação dos sistemas tecnológicos das instituições.

O intuito dessa parceria é alinhar as atividades dos bancos públicos, visando ganhos de escala, melhoria na qualidade do atendimento e otimização dos serviços prestados aos clientes e à população em geral.

Importante destacar que qualquer proposta apresentada pelo grupo de trabalho será submetida à aprovação de cada banco, não havendo obrigatoriedade de implementação.

Vale ressaltar que a Caixa já possui uma parceria com o BNB para compartilhamento de rede e mais de 100 convênios de pagamento e recebimento com empresas privadas. Além disso, em parceria com o Banco do Brasil, a Caixa inaugurou um datacenter em Brasília em 2013, construído por meio de uma parceria público-privada (PPP).

Com essas iniciativas, a Caixa Econômica Federal busca oferecer soluções financeiras abrangentes e facilitar o acesso aos serviços bancários para a população brasileira, contribuindo para a retomada econômica e o fortalecimento financeiro dos cidadãos.

Com informações Folha de S. Paulo

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.