x

Investimento

Títulos isentos de IR se destacam no primeiro semestre; veja quais são

Títulos isentos de IR alcançaram R$ 976,7 bilhões no primeiro semestre.

08/08/2023 17:30:04

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
IR: títulos isentos se destacam no primeiro semestre

Títulos isentos de IR se destacam no primeiro semestre; veja quais são

Os títulos que têm isenção de Imposto de Renda (IR) para pessoas físicas chamaram a atenção ao alcançar o montante total de R$ 976,7 bilhões, destacando-se como o principal foco nas carteiras de investidores no primeiro semestre. 

Ao longo de janeiro a junho, houve um incremento considerável de R$ 176 bilhões nesse valor, marcando um aumento de 22% de acordo com os dados fornecidos pela Anbima, a entidade representativa dos mercados de capitais e investimentos. Comparando com o mês de junho do ano anterior, esse aumento foi ainda mais expressivo, ultrapassando 50%, com um acréscimo de R$ 327,6 bilhões.

A expectativa para o segundo semestre é de que o ritmo de crescimento dos títulos com benefícios fiscais - como as letras e certificados de crédito imobiliário e do agronegócio (LCA, LCI, CRI e CRA), assim como as letras imobiliárias garantidas (LIG) - tendem a desacelerar.

De acordo com o presidente do fórum de distribuição da Anbima, Ademir Correa Júnior, isso é consequência da escassez de lastro nas instituições financeiras. “A recente mudança na regra de direcionamento de crédito rural também impactará a oferta de LCA”, afirma. 

O Conselho Monetário Nacional (CMN) determinou que a partir da safra 2023/2024, 50% dos valores captados por meio desses instrumentos devem obrigatoriamente ser direcionados para o setor rural, em contraste com os 35% da regra anterior. Isso restringe a flexibilidade no uso desses recursos para outras finalidades.

Títulos isentos de IR

Correa Júnior destaca que os ativos isentos são finitos e a disponibilidade depende da oferta de crédito na outra extremidade. 

“Dada a evolução econômica recente, marcada pela desaceleração da atividade e pelas taxas de juros, chega um momento em que há uma busca generalizada por esses títulos, mas sua disponibilidade é limitada em termos de lastro." 

Ele acrescentou que essa situação terá um efeito em cascata ao longo deste semestre e também parte do primeiro semestre de 2024, levando as pessoas a buscar outros títulos. 

"As instituições financeiras estão revendo suas estratégias e dialogando com os investidores para oferecer oportunidades de longo prazo", concluiu.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.