x

Carreira

Trabalho híbrido e carga horária aparecem em destaque como prioridade de trabalhadores no Brasil

Segundo pesquisa PageGroup, 75% dos profissionais entrevistados no Brasil elegem o modelo híbrido como o fator mais importante da flexibilidade no emprego.

05/09/2023 10:30:03

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Flexibilidade: 75% dos brasileiros consideram trabalho híbrido essencial

Trabalho híbrido e carga horária aparecem em destaque como prioridade de trabalhadores no Brasil pixabay

O modelo de trabalho híbrido passou a ser o quesito mais relevante para os brasileiros quando o assunto é flexibilidade. É o que mostra o estudo Talent Trends Brasil 2023 realizado pelo PageGroup, líder global em recrutamento especializado. 

Segundo o levantamento, 75% dos profissionais entrevistados consideram esse aspecto como o mais importante da flexibilidade no ambiente de trabalho, acima da média global (72%) e pouco abaixo da média da América Latina (78%).  

"A flexibilidade do modelo de trabalho está cada vez mais presente nas estratégias das empresas. Anteriormente considerada como um diferencial para atrair e engajar talentos, essa prática agora se tornou uma resposta às necessidades dos profissionais e requer atenção na forma como as empresas avaliam o desempenho e o valor dos colaboradores no dia a dia, buscando novas formas de alcançar os objetivos de negócio de forma equilibrada com as aspirações e o bem-estar dos colaboradores", analisa o CEO do PageGroup no Brasil, Ricardo Basaglia. 

Carga horária em segundo lugar  

Para equilibrar as rotinas pessoais e profissionais, a maioria dos brasileiros prefere ter uma jornada que se adapte à sua rotina. O estudo mostra que 70% dos profissionais do Brasil consideram a carga horária flexível como o segundo fator mais importante para a flexibilidade no emprego, coincidindo com a opinião dos profissionais da América Latina e um pouco abaixo da média global (73%). 

Para atrair e manter os colaboradores, as organizações terão de adotar novas jornadas e modelos de trabalho flexíveis, visto que despertam maior interesse nos funcionários. A pesquisa revela que 83% dos profissionais brasileiros acreditam que uma semana útil de quatro dias melhoraria o bem-estar e a felicidade dos colaboradores, ficando acima da média global (76%) e abaixo da média da América Latina (86%). 

"A motivação dos colaboradores é um aspecto crucial e que impacta diretamente nos resultados da organização. O grau de satisfação dos profissionais em relação à carga horária e ao modelo de trabalho é um indicador importante para a análise e compreensão da cultura empresarial. À medida em que as empresas compreendem cada vez mais que a flexibilidade é uma tendência, elas passam a criar e atualizar suas políticas de flexibilidade e qualidade de vida, além de oferecer aos seus colaboradores mais ferramentas que valorizam esse equilíbrio, promovendo maior engajamento por parte dos funcionários", conclui Basaglia.  

Potencializando a produtividade 

Mesmo com uma semana útil menor e uma carga horária mais flexível, o levantamento aponta que os brasileiros acreditam que a produtividade seria melhor. De acordo com o estudo, 62% dos colaboradores do Brasil afirmam que sua produtividade aumentaria com uma jornada de 4 dias úteis semanais, número maior que a média global (59%) e abaixo da média da América Latina (69%). 

Entenda a pesquisa

A pesquisa foi realizada de novembro de 2022 a janeiro de 2023, em 37 países e contou com a participação de aproximadamente 70 mil pessoas que atuam em empresas de diferentes portes e segmentos. O objetivo desse levantamento é apresentar uma perspectiva dos profissionais e desvendar suas características (atitudes, percepções, crenças, valores) e motivações em um emprego (salário, benefícios, habilidades, progressão de carreira, cultura empresarial, equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, diversidade e inclusão, flexibilidade).  

Sobre o PageGroup  e Agência Conteúdo Comunicação   

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.