x

REFORMA TRIBUTÁRIA

Veja quais produtos devem ter redução de impostos sobre consumo no texto aprovado da Reforma Tributária

Produtos e serviços aparecem no texto aprovado por comissão do Senado nesta terça-feira (7).

08/11/2023 11:30:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Reforma tributária: veja produtos com impostos reduzidos

Veja quais produtos devem ter redução de impostos sobre consumo no texto aprovado da Reforma Tributária

Nesta terça-feira (7), o texto-base da reforma tributária foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal por 20 votos a 6, prevendo uma série de isenções ou reduções de impostos de consumo sobre diversos produtos e serviços.

A proposta agora será votada no plenário do Senado ainda nesta quarta-feira (8) e, para ser aprovada, deve ter pelo menos o apoio de 49 dos 81 senadores em dois turnos. Depois disso, deverá voltar para votação na Câmara dos Deputados para então ser promulgada, já que o texto original que passou na casa foi modificado.

Entre as reduções de alíquotas previstas no texto, serviços de educação, saúde, dispositivos médicos, de acessibilidade para pessoas com deficiência, medicamentos, alimentos, produtos agropecuários, aquícolas, pesqueiros, florestais e extrativistas vegetais in natura, insumos agropecuários e aquícolas terão 60% de redução.

Já os produtos e serviços que terão redução da alíquota em 30% serão aqueles voltados para serviços de profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, desde que sejam submetidos a fiscalização por conselho profissional, profissionais como médicos e advogados.

Ainda existe a possibilidade de alíquota zero para determinados dispositivos médicos, dispositivos de acessibilidade para pessoas com deficiência, educação de ensino superior no âmbito do Prouni e outros.

Carros elétricos e a biocombustível

Incluídos no texto da reforma tributária nesta terça-feira (7), os carros elétricos e biocombustíveis devem ter os projetos das montadoras aprovados até 2025 para que os incentivos fiscais sejam mantidos até 2032.

Cesta básica nacional 

A proposta também estabelece a criação da Cesta Básica Nacional, considerando produtos com redução do imposto a zero, considerando a diversidade regional e cultural do país.

O texto também prevê a criação de uma Cesta Básica estendida a outros alimentos, os quais terão redução de 60% das alíquotas do IBS e da CBS e darão direito a cashback.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.