x

Resgate

Mais de 400 mil brasileiros podem resgatar dinheiro dos planos Collor e Sarney

De acordo com a Febrapo, 70% têm direito a receber até R$ 30 mil.

06/12/2023 15:05:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Brasileiros podem recuperar dinheiro de planos Collor e Sarney

Mais de 400 mil brasileiros podem resgatar dinheiro dos planos Collor e Sarney

Cerca de 470 mil cidadãos brasileiros têm a chance de reaver suas perdas financeiras causadas pelos planos econômicos Bresser, Verão, Collor I e Collor II em 2023.

Conforme levantamento realizado pela Frente Brasileira Pelos Poupadores (Febrapo), o montante a ser ressarcido varia entre R$ 3 mil e R$ 100 mil.

De acordo com a Febrapo, aproximadamente 70% têm direito a receber até R$ 30 mil. Além disso, mais de 300 mil pessoas já foram beneficiadas pelo acordo coletivo.

A diretora-executiva da Febrapo, Ana Carolina Seleme, destaca a importância do acordo como uma oportunidade para um grande número de pessoas recuperarem suas perdas financeiras de maneira rápida e justa, após longo período de espera. 

"Aderir ao acordo é a maneira mais rápida, segura, garantida e justa de finalizar o processo judicial", afirma.

O valor do acordo está vinculado ao saldo base existente na data do plano. Poupadores ou seus herdeiros que aguardam a resolução de processos judiciais relacionados aos governos Collor e Sarney podem agora aderir ao acordo, com a garantia de que o montante será devolvido em até 15 dias após a adesão.

É importante ressaltar que a participação no acordo é voluntária e gratuita. Aqueles que optarem por não aderir ao acordo continuam com suas ações, mas sem garantia ou previsão de ressarcimento, pois os processos estão suspensos pelo STF por tempo indeterminado, informa a Febrapo.

Quem tem direito a receber?

Para verificar se há um processo em andamento em seu nome ou em nome de um familiar falecido, é necessário entrar em contato com a Febrapo. 

Aqueles que já conhecem o status do processo e desejam aderir ao acordo para receber o montante também devem entrar em contato com a entidade.

O acordo, assinado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e pela Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif), conta com a participação de importantes instituições financeiras, incluindo Banco Itaú, Banco Bradesco, Banco Santander, Banco do Brasil, Banco Safra e Caixa Econômica Federal.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.