x

dívidas

Número de brasileiros endividados registra queda em novembro

A iniciativa Desenrola Brasil se destaca ao influenciar positivamente a redução da inadimplência.

12/12/2023 15:00:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Brasil registra queda significativa em número de endividados

Número de brasileiros endividados registra queda em novembro

Após uma sequência de três meses consecutivos de crescimento, dados recentes indicam que o número de brasileiros endividados registrou uma queda significativa em novembro. A pesquisa conduzida pela Serasa revela uma redução de 143,5 mil pessoas em comparação com outubro, situando o Brasil com um total de 71,81 milhões de consumidores em situação de inadimplência. A taxa de inadimplência em novembro alcançou 43,82%, mostrando uma melhoria em relação aos 43,94% registrados no mês anterior.

Diversos fatores contribuíram para essa diminuição na inadimplência, destacando-se a redução do desemprego e o aumento significativo nas renegociações de dívidas. O diretor da Serasa, Fernando Gambaro, enfatiza o impacto positivo do programa Desenrola Brasil, que tem estimulado as pessoas a buscar ativamente a renegociação de suas dívidas. No dia 30 de novembro, um recorde foi alcançado, com 313 mil dívidas renegociadas, evidenciando a eficácia do programa.

Gambaro ressalta também a importância da educação financeira, salientando que as dívidas afetam todas as faixas etárias e classes sociais, tornando-se uma questão democrática. Além disso, ele destaca que, além dos fatores econômicos como desemprego e inflação, a educação financeira desempenha um papel crucial no volume de endividados.

Analisando os dados por estados, o Rio de Janeiro permanece na primeira posição entre os mais inadimplentes, mesmo com uma redução de 44.859 endividados. Brasília, apesar da redução percentual na população endividada (53,10% em outubro para 52,79% em novembro), subiu no ranking e agora ocupa a segunda posição. Outros estados como Amapá, Roraima, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, por outro lado, registraram aumento na população inadimplente em novembro.

Para dezembro, Gambaro projeta resultados otimistas, com a expectativa de uma queda ainda maior na inadimplência. O pagamento do décimo terceiro e a tradição de começar o novo ano sem dívidas são fatores que devem impulsionar mais brasileiros a buscar a renegociação de suas dívidas, contribuindo para uma tendência positiva no cenário econômico brasileiro.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.