x

Simples Nacional

Comitê Gestor do Simples Nacional orienta que empresas continuem tentando regularização

Empresas que optaram pelo Simples Nacional, mas não conseguiram se regularizar devem continuar tentando.

02/02/2024 09:30:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Simples Nacional: empresas ainda podem regularizar débitos

Comitê Gestor do Simples Nacional orienta que empresas continuem tentando regularização

Na última quinta-feira (1º) o presidente da FENACON, Daniel Coêlho, teve uma reunião virtual com Olielson França, o secretário-executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional da Receita Federal. 

O objetivo era destacar os problemas que as empresas estão enfrentando devido às dificuldades de acesso e à lentidão dos serviços do e-CAC, que estão dificultando a regularização para a opção pelo Simples Nacional. 

A orientação é que as empresas que já optaram pelo Simples até quarta-feira (31) persistam na tentativa de parcelamento e regularização de seus débitos o mais rápido possível. Em casos de dificuldades, é crucial que registrem as telas de erro, incluindo data e horário, para comprovação junto à Receita Federal.

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) mediou a reunião, desempenhando um papel importante na busca por uma solução para esse problema que afeta diretamente as micro e pequenas empresas, que são as maiores empregadoras do país.

A FENACON já havia enviado dois ofícios à Receita Federal, nos dias 19 e 29 de janeiro, relatando as instabilidades no eCAC, gov.br e Regularize, o portal de serviços da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), em resposta às muitas queixas de seus associados em todo o país. 

Estavam presentes no encontro Elielson Almeida, especialista em relações institucionais da CNC, Wilson Gimenez, diretor técnico da FENACON, e Josué Tobias, superintendente da Federação.

Saiba mais:

Sem prorrogação: adesão ao Simples Nacional termina nesta quarta-feira (31)

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.