x

PREVIDÊNCIA

Rioprevidência: falha poderia deixar oito mil beneficiários sem pensão

Sistema detectou pensionistas que haviam feito o recadastramento como irregulares.

16/02/2024 10:30:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Falha no recenseamento pode deixar oito mil beneficiários sem pensão

Rioprevidência: falha poderia deixar oito mil beneficiários sem pensão

O Fundo Único de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro (Rioprevidência) identificou uma falha em seu sistema que poderia deixar mais de oito mil pensionistas sem o benefício.

Isso porque houve uma inconsistência na lista de pensionistas que realizaram o processo de recenseamento, que é obrigatório e inadiável.

Segundo a autarquia, era esperado que 13 mil pensionistas realizassem o recadastramento, mas o sistema deles havia detectado até então a realização do procedimento por apenas cinco mil beneficiários. Assim, cerca de oito mil pessoas poderiam ter a pensão suspensa por não terem feito o recenseamento.

Como de costume, o Rioprevidência divulgou a lista dos nomes que não realizaram o recadastramento obrigatório e que poderiam ter o benefício suspenso.

Nesse momento dezenas de beneficiários se pronunciaram mostrando os comprovantes da realização do recadastramento dentro do prazo, mas que ainda assim constavam na relação da autarquia como pendente e com risco de ter seu pagamento cortado sem motivo.

Após o pronunciamento dos pensionistas, o Rioprevidência detectou a inconsistência devido a uma falha em seu sistema e por isso uma nova lista de pensionistas pendentes da realização do recadastramento deve ser divulgada ainda nesta sexta-feira (16), citando também quais pensionistas foram registrados como irregulares e na verdade estão regulares.

Os pensionistas nascidos em novembro foram os primeiros a serem convocados para o procedimento, seguidos pelos aniversariantes de dezembro. Pelas regras, os interessados têm 60 dias para realizar o recadastramento, a contar do primeiro dia do mês de nascimento.

Vale dizer que o benefício é primeiro suspenso depois cancelado, sendo que o corte só será realizado "após criteriosa avaliação dos processos".

Ainda é possível realizar o recadastramento, basta agendar pelo site do Rioprevidência ou pelos telefones 0800-285-8191 (chamadas de telefone fixo) e (21) 3850-3350 (telefone fixo ou celular).

Confira a nota da autarquia sobre a falha:

"O Rioprevidencia informa que detectou inconsistências na lista de ausentes do recenseamento obrigatório 2023/2024, publicada no DOERJ (7/2). O Fundo explica que por uma falha no sistema houve a inclusão de pensionistas que já realizaram o procedimento na relação divulgada. Uma nova lista retificadora será divulgada na próxima sexta-feira, contendo os nomes dos pensionistas que estão regulares e foram publicados como irregulares.

O Rioprevidencia ressalta que a suspensão do benefício somente ocorrerá após criteriosa avaliação dos processos. A autarquia reforça, ainda, que os ausentes de novembro 2023, dezembro 2023 e janeiro 2024, assim como os aniversariantes de fevereiro 2024 devem realizar o procedimento."

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.