x

PME

PME: registro de marca é diferencial competitivo para as empresas

Confira as principais vantagens ao realizar o registro de marca.

23/02/2024 18:00:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Registro de marca: o que é, como fazer e qual a importância?

PME: registro de marca é diferencial competitivo para as empresas

Fazer o registro de marca é cada vez mais essencial para os negócios, especialmente para microempreendedores individuais (MEIs) e empresas de pequeno e médio porte (PMEs). 

Além de garantir exclusividade de uso em seu ramo de atividade em todo o país, o registro de marca oferece uma série de benefícios que podem impulsionar sua empresa à frente da concorrência, aumentando sua credibilidade e segurança junto a clientes e parceiros comerciais.

Em 2023, MEIs, microempresas e empresas de pequeno porte responderam por mais da metade dos registros de marcas realizados no Brasil, de acordo com o boletim mensal divulgado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). 

Isso demonstra uma conscientização crescente sobre a importância da proteção da propriedade intelectual entre os pequenos empreendedores. 

Vantagens do registro de marca

Registrar uma marca oferece uma série de vantagens significativas para os negócios. Confira os principais.

Exclusividade de uso: o registro de marca confere ao titular o direito exclusivo de usar a marca em seu ramo de atividade e em todo o território nacional, protegendo-a contra o uso não autorizado por terceiros.

Proteção legal: o registro de marca proporciona uma proteção legal sólida contra a cópia, reprodução ou uso não autorizado por terceiros, facilitando a defesa dos direitos de propriedade intelectual do titular da marca em caso de infrações.

Credibilidade e segurança: uma marca registrada transmite credibilidade e segurança aos clientes, fornecedores e parceiros comerciais, demonstrando um compromisso com a qualidade e a consistência dos produtos ou serviços oferecidos pela empresa.

Ativo empresarial: a marca se torna um ativo valioso para a empresa, podendo ser valorizada no balanço patrimonial e utilizada como garantia em transações comerciais, como financiamentos e parcerias.

Diferenciação e posicionamento de mercado: essa ação ajuda a diferenciar os produtos ou serviços da empresa dos concorrentes, contribuindo para o posicionamento da marca no mercado e para a construção de uma identidade única e reconhecível.

Expansão e escalabilidade do negócio: o registro de marca facilita a expansão do negócio para novos mercados, permitindo que a empresa capitalize o valor da marca e explore oportunidades de crescimento, como a internacionalização ou a transformação em franquia.

Valorização da marca: uma marca registrada tende a se valorizar ao longo do tempo, à medida que a empresa constrói uma reputação sólida e uma base de clientes fiéis, aumentando o valor do negócio como um todo.

Como fazer o registro de marca

O primeiro passo é realizar uma pesquisa para verificar se a marca desejada já está em uso por outra empresa. Em seguida, é necessário reunir a documentação exigida pelo órgão responsável pelo registro de marcas, incluindo o formulário de pedido de registro e o comprovante de pagamento das taxas.

Após preparar a documentação, o próximo passo é submeter o pedido de registro de marca ao órgão competente, fornecendo informações detalhadas sobre a marca, como o nome, o logotipo e a categoria de produtos ou serviços aos quais a marca se aplica.

Depois do recebimento do pedido, o órgão responsável realizará uma análise para verificar se a marca atende aos critérios de registrabilidade estabelecidos na legislação. Se a marca for considerada elegível, ela será publicada para oposição por terceiros.

Após a análise de mérito, a marca será publicada em um boletim oficial para que terceiros possam apresentar oposição ao registro caso considerem que ela infringe seus direitos. Se não houver oposição dentro do prazo estabelecido, a marca seguirá para a próxima etapa.

Se o processo transcorrer sem oposições ou se as oposições forem resolvidas a favor do solicitante, o órgão responsável concederá o registro da marca. O titular receberá um certificado de registro, confirmando seus direitos exclusivos sobre a marca.

Por fim, é importante lembrar que o registro de marca geralmente tem uma validade limitada e precisa ser renovado dentro dos prazos estabelecidos para manter os direitos sobre a marca.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.