x

TRABALHISTA

Lei de Igualdade Salarial: empresas devem entregar relatório de transparência até quinta-feira (29)

Confira multas para as empresas que não entregarem o relatório e também para quem não estiver seguindo a lei.

28/02/2024 14:00:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Empresas devem entregar relatório de Igualdade Salarial até amanhã (29)

Lei de Igualdade Salarial: empresas devem entregar relatório de transparência até quinta-feira (29)

Empregadores que tenham mais de 100 funcionários em sua empresa devem entregar até amanhã (29) o preenchimento ou retificação do Relatório de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios do Primeiro Semestre de 2024.

O preenchimento deve ser realizado na área do Portal Emprega Brasil - Empregador, no site do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A medida visa verificar e fiscalizar a partir dos dados enviados pelas empresas se a Lei de Igualdade Salarial entre mulheres e homens que exercem a mesma função está sendo cumprida.

O relatório deve conter se existe ou não de quadro de carreira, planos de cargos e salários, critérios remuneratórios, assim como os parâmetros para promoção dentro da empresa. 

As empresas que não disponibilizarem seus dados estarão sujeitas a multa administrativa que corresponderá a até 3% da folha de salários do empregador, limitado a 100 salários mínimos, sem prejuízo das sanções aplicáveis aos casos de discriminação salarial. Atualmente, a multa máxima é de R$ 4 mil.

Com as informações do relatório e os dados dos empregados no eSocial, o MTE realizará o cruzamento de dados para verificar a situação da empresa.

Além disso, se for constatada desigualdade salarial e critérios de remuneratórios entre gêneros, as empresas serão notificadas pela Auditoria Fiscal do Trabalho, para que, em até 90 dias, elaborem e implementem Plano de Ação para Mitigação da Desigualdade Salarial.

O Relatório da Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios será publicado pelo MTE nos meses de março e setembro de cada ano.

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.