x
CONTEÚDO notícias

Comissão especial pode votar reforma tributária nesta semana

A Comissão Especial da Reforma Tributária pretende votar nesta semana o parecer apresentado pelo relator da proposta, deputado Sandro Mabel (PR-GO).

17/11/2008 00:00:00

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A Comissão Especial da Reforma Tributária pretende votar nesta semana o parecer apresentado pelo relator da proposta, deputado Sandro Mabel (PR-GO). O presidente da comissão, deputado Antonio Palocci (PT-SP), quer encerrar a discussão da reforma na reunião marcada para as 12h de terça-feira (18). Palocci espera que o relatório final esteja pronto para ser votado na reunião de quarta-feira.

Antes de fechar o parecer final a ser votado, Mabel vai se reunir com alguns secretários estaduais de Fazenda para buscar um texto consensual que possa ser aprovado pela comissão. Na semana passada, 16 secretários de Fazenda assinaram documento entregue ao presidente e ao relator pedindo mais prazo para discussão e votação da matéria.

Enquanto a comissão tenta votar a reforma tributária, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas Clandestinas marcou reuniões dois dias para tomada de depoimentos.

Na terça (18), às 14h30m, a CPI ouve o delegado da Polícia Federal Márcio Derenne , ex-secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro. Além disso, os parlamentares votam alguns requerimentos.

Na quarta-feira (19), também às 14h30m, a comissão ouvir o chefe da Divisão de Correições da Corregedoria da Polícia Federal, Amaro Vieira Ferreira, e o procurador da República no Estado de São Paulo, Roberto Antônio Dassié Diana. Depois disso, devem ser votados requerimentos de mais convocações.

Até sexta-feira (14), a pauta de votações da Câmara ainda não tinha sido definida, embora existam projetos de lei e de Propostas de Emendas à Constituição (PECs) prontos para serem votados em plenário.

O presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), deve reunir-se com os líderes partidários no início da semana para definirem as propostas que serão levadas à votação no plenário da Casa.

Fonte: Agência Brasil

Enviado por: Wilson Fortunato

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.