Contábeis o portal da profissão contábil

28
Aug 2016
13:36
você está em:

Informações » Artigos

Contabilidade Para Advogados

Os Advogados que trabalham como pessoa Física, expõem os seus honorários a Receita Federal, e dependendo do valor dos seus serviços podem ter um ávido dispêndio financeiro com pagamento de Imposto de Renda.

postado 19/01/2016 10:37:36 - 2.543 acessos

Os Advogados que trabalham como pessoa Física, expõem os seus honorários a Receita Federal, e dependendo do valor dos seus serviços podem ter um ávido dispêndio financeiro com pagamento de Imposto de Renda.

Vejamos qual a base legal para tais afirmações.

Em 22 de Dezembro de 2014, a Receita Federal publicou em diário oficial a Instrução Normativa de N° 1531. O fato é que houve algumas mudanças com a publicação dessa instrução normativa, visto que a redação desta trouxe obrigações acessórias ao profissionais liberais, obrigações que, além de obriga-los ao preenchimento do carnê leão determina que os mesmos devem informar o CPF de seus clientes, sendo assim por força de lei esses profissionais (Profissionais Liberais, inclusive advogados), são coagidos a expor os seus honorários ao FISCO.

Aí você deve estar se perguntando o que o advogado tem a ver com isso?

O fato é que no anexo dessa instrução normativa ficou amplamente determinado que os advogados se enquadrariam na lista de obrigados a prestar essas informações.

Veja a lista abaixo.

225

Médico

226

Odontólogo

229

Fonoaudiólogo, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional

241

Advogado

255

Psicólogo e psicanalista

 

Além disso é sabido que os clientes que contratam serviços advocatícios e recebem rendimentos decorrentes do ganho dessa causa, podem fazer JUS ao percentual desses honorários e utilizar como despesa dedutível na sua Declaração de Ajuste Anual a DIRPF, para isso essa pessoa deve informar o CPF do advogado que mediou o processo, uma vez informado o CPF o cruzamento das informações do DIPRF do contribuinte com a DIRPF do advogado é instantânea e, caso haja divergência o advogado pode ser notificado devido a omissão de receitas na sua declaração de imposto de renda, além disso fica a dica sobre possível cruzamentos da RFB como por exemplo o COAF, a DECRED e agora a mais recente e-FINANCEIRA.

Outra vicissitude encontrada nessa atividade chama-se “Tabela progressiva do Imposto de Renda”, onde o “progressiva” significa quanto mais você ganha mais você paga, a tabela aplica percentuais de tributação que vão de 7,5% a 27,5% sobre os rendimentos tributáveis.

Mas Observe que quando digo vicissitude, falo isso porque existe solução, afinal desde janeiro de 2015 os advogados podem facilmente constituir uma empresa e optar pelo regime de tributação instituído pela Lei 123 de 2006 conhecido como (SIMPLES NACIONAL) , para isso basta organizar-se sob forma de sociedade empresária e tributar seus rendimentos conforme a Tabela 4 do simples Nacional, onde os rendimentos que antes eram tributados por uma alíquota majorada passam a usufruir de 4,50% como alíquota inicial sob faturamento de até R$ 180.000,00 e 6,54% até R$ 360.000,00.

Reiterando que a economia tributária não é o único benefício, além do advogado está amparado por um CNPJ não existe a necessidade de declaração mensal de rendimento através de carnê leão, todas a declarações são simplificadas e feitas pelo seu contador, e no final de cada ano, caso queira, pode-se realizar a distribuição dos lucros onde os mesmos sofrerão isenção de 100% do valor, isto é o advogado não irá pagar mais nada para declarar isso na sua Declaração de Ajuste Anual.

Artigo enviado por
Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Artigos

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.06 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César