PARTICIPE

O Maior Evento Online Contábil do País - Inscrições gratuitas

19 a 23 de junho de 2017

www.conbcon.com.br
x

Contábeis o portal da profissão contábil

28
Apr 2017
11:03

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Aposentadoria x Auxilio-Doença - Duvida

3respostas
796acessos
  

Luiz Gustavo Drus

Usuário Frequente

profissão
mensagens65
pontos2.734
membro desde10/10/2014
cidadeCuritiba - PR
Postada:Segunda-Feira, 17 de novembro de 2014 às 15:36:58
Boa Tarde,

A situação e a seguinte:
Um cliente nosso esta com um funcionário em auxílio-doença desde 15/03/2004, esse funcionário já pode se aposentar definitivamente?
Queria saber também se caso o funcionário já possa se aposentar(ou já esteja), como prosseguir para fazer o acerto desse funcionário? Se muda algo em relação a uma rescisão normal.

Att.
Luiz Gustavo Drus
Márcio Padilha Mello

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens6.277
pontos40.213
membro desde07/11/2009
cidadeRio Grande - RS
Postada:Segunda-Feira, 17 de novembro de 2014 às 15:55:21
Luiz Gustavo, quem decide isso é a Previdência Social. O que resta a empresa é aguardar, sem fazer nada.
Normalmente, os afastados ficam durante um período de tempo recebendo o benefício do auxílio-doença e caso não tenham retomem a capacidade de trabalhar, a Previdência transforme o auxílio em aposentadoria por invalidez. Quando isso ocorre, o órgão envia um comunicado para a empresa.
Carlos Alberto dos Santos

Consultor Especial

profissãoAnalista Pessoal
mensagens8.072
pontos48.285
membro desde31/01/2013
cidadeSao Jose dos Campos - SP
Postada:Segunda-Feira, 17 de novembro de 2014 às 16:06:11
Luiz, boa tarde.
Como ele está em auxilio-doença, o mesmo deverá aguardar o termino, isso porque a aposentadoria em virtude do fator previdenciário reduzira o beneficio, em alguns casos em até 40%, já no auxilio doença ele está recebendo 91% do valor do beneficio.
Além disso, após o termino do auxilio doença, a empresa precisa verificar a estabilidade (convenção coletiva de trabalho).
No caso de rescisão de contrato de trabalho, existe duas formas, (no caso de aposentadoria).
a) Se o empregado apresentar a carta de concessão da aposentadoria e for de interesse dele em se desligar, deverá fazer o pedido de próprio punho mencionando que está se desligando da empresa por motivo de aposentadoria,(quando acontece isso eu explico ao empregado o direito dele para que não haja problema na hora da homologação), onde o empregado não terá direito aos 40% do FGTS e o Aviso Prévio, (lembrando de verificar a convenção coletiva de trabalho, em sua maioria consta clausula indenizatória para esse fim);
b) E o outro caso e demissão sem justa causa, onde a grande maioria dos aposentados espera para ser demitido, não perdendo os direitos no caso de desligamento por aposentadoria.

Para saber se o empregado já tem direito a aposentadoria, você pode simular pelo site do INSS, http://www.inss.gov.br, (serviços aos cidadão, depois acesse o link da simulação por tempo de contribuição, inserindo todos os vinculos empregaticios), ou solicitar ao empregado que agende atraves do 135, (aposentadoria por tempo de contribuição), será agendado e no dia levar os documentos solicitados, ok...
Luiz Gustavo Drus

Usuário Frequente

profissão
mensagens65
pontos2.734
membro desde10/10/2014
cidadeCuritiba - PR
Postada:Terça-Feira, 18 de novembro de 2014 às 09:03:26
Bom Dia Marcio Padilha e Carlos Alberto e muito obrigado pela ajuda.Irei ver bem certinho com o Empregador se a empresa ou o funcionário recebeu alguma notificação da Previdência sobre Aposentadoria Definitiva e orientar o Empregador sobre o caso de Rescisão.


Att.
Luiz Gustavo Drus

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.07 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César