Contábeis o portal da profissão contábil

1
Out 2014
19:19

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


VALE TRANSPORTE

29   respostas
14.645   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Paulo Alberto Rodrigues Ferreira

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Sexta-Feira, 10 de novembro de 2006 às 17:07:00
Ola', gostaria de ajuda sobre um caso de uma funcionaria que tem mes que ela pede o vale transporte e mes que ela nao quer o vale transporte, sendo assim fica dificil controlar, gostaria de informacoes de como funciona o vale trnsporte, o empregado pode pedir e recusar a qualquer momento mesmo ou tem regras para isso? Desde ja agradeco, me ajudem por favor.

Paulo Alberto
Técnico em Contabilidade
"Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar"
Everton Avelino

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 13 de novembro de 2006 às 11:30:00
O vale transporte é um direito do funcionário, desde que seja usado exclusivamente para ir ao trabalho e voltar para casa, se for provado que o funcionário está usando de forma irregular, pode ser dispensado por justa causa.

Obs. Deve-se pagar apenas como vale e não em dinheiro.

"Os fins não justificam os meios".
Renata Pereira da Silva

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 13 de novembro de 2006 às 12:20:00
tenho uma duvida quanto a esse mesmo assunto


* Temos alguns funcionarios em Campinas que utilizam carro proprio para ir trabalhar , poderiamos nós fazermos um Vale Combustivel, vinculado a um posto de gasolina para os funcionários? Ex. como se fosse um cadastro de empresa em postos de gasolina.

* Se possivel teria algum desconto sobre isso.
Nilce Peres

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Terça-Feira, 14 de novembro de 2006 às 11:49:00
Renata bom dia!
Quanto aos funcionários que utilizam carro para trabalhar, devem preencher o formulário do vale transporte como não optante do benefício e manté-lo em prontuário.

Quanto ao pagamento de combustível, você deve olhar sua convenção coletiva se diz algo a respeito, caso contrário a área de benefícios de sua empresa ou RH poderá elaborar uma política de benefícios para a devida concessão.

Atenciosamente,

Nilce
postada em: Quinta-Feira, 17 de março de 2011 às 21:37:42
Boa noite a todos!

Tenho uma duvida sobre o assunto, se um funcionario nao optar pelo vt, como devo proceder na sua folha de pagamento? Entra como credito para ele ou nao acrescento nada?

Obrigado,
Marcilio Oliveira

Reinaldo Cardoso Alves

Usuário Novo

postada em: Sexta-Feira, 18 de março de 2011 às 17:40:22
sua pergunta ficou um pouco confusa, ele pegava vt , e no decorrer do mes decistiu de pegar é isso ?
primeiro ele pgou para o mes todo ?
Kennya Eduardo

Consultor Especial

postada em: Sábado, 19 de março de 2011 às 00:23:29
Marcílio, na admissão o empregado deve fazer sua declaração de opção pelo VT. Caso ele resida em distância que não justifique utilizar transporte público regular, a empresa não é obrigada à fornecê-lo. O esmo se dá no caso do empregado utilize de transporte próprio (carro ou moto).

Entretanto, se de própria vontade o empregado desiste do VT (seja porque desejar ir de carona ou a pé), ele tem de assinalar a opção de dispensa do benefício em sua declaração. Se antes ele recebia o VT mas agora não quer mais utilizá-lo, deverá fazer nova declaração de opção pelo VT informando essa nova condição.

Uma vez formalizada a desistência em receber o benefício (o auxílio transporte), não poderá constar na folha de pagamento e/ou no contra-cheque (holerite) deste trabalhador qualquer desconto à título de vale transporte. É simples assim. E não pode constar nenhum crédito na folha porque o valor pago pela empresa (o empregador) na compra do benefício não é salário do trabalhador.

Espero ter ajudado.
Wagner Machado dos Santos

Usuário Frequente

postada em: Quinta-Feira, 4 de agosto de 2011 às 20:54:44
Boa noite

Para os funcionários que recebem adicional de periculosidade, a base de cálculo para o desconto de 6% referente ao vale transporte é o salário base, ou o salário base + periculosidade?
André M. Reis

Usuário 5 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 4 de agosto de 2011 às 22:51:22
salário base apenas

Art. 9° O Vale-Transporte será custeado:

I - pelo beneficiário, na parcela equivalente a 6% (seis por cento) de seu salário básico ou vencimento, excluídos quaisquer adicionais ou vantagens;

DECRETO Nº 95.247, DE 17 DE NOVEMBRO DE 1987

Antes de perguntar, pesquise. Nâo seja preguiçoso. A pesquisa enriquece seus conhecimentos.
Wagner Machado dos Santos

Usuário Frequente

postada em: Sexta-Feira, 5 de agosto de 2011 às 09:41:06
Obrigado André
Jakeline Galdino de Lima

Usuário Estrela Nova

postada em: Terça-Feira, 6 de setembro de 2011 às 15:23:50
Alguém pode me dizer se é necessário fazer algum cálculo para fazer o desconto do VT no mês? Ou se eu apenas descontar todo mês os 6% fica correto tbm? Pois descontaria do funcionario 71,00...

Obrigada
Elisangela Letizia

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Terça-Feira, 6 de setembro de 2011 às 16:12:41
Boa Tarde

Jakeline,

Conforme legislação o Desconto do VT não pode ser maior do que 6% do Salario, sendo que não podendo ultrapassar também o valor mensalmente concedido.

Att

Elisangela Letizia
Fernando Duque Azevedo

Usuário Novo

postada em: Quarta-Feira, 7 de setembro de 2011 às 16:47:37
Gostaria que fosse esclarecido sobre o valor do desconto da participação do empregado no VT.
O valor do desconto é de 6 % do salário base de cada funcionario. Entretanto há informações que este desconto estaria limitado ao valor total do vale transporte. Isto é verdade ?
Entendo que se o desconto de 6 % for maior que o valor do VT, caberia ao funcionario a decisão de optar por não receber o VT.
Estou correto?
Kennya Eduardo

Consultor Especial

postada em: Quarta-Feira, 7 de setembro de 2011 às 20:00:48
Compete ao trabalhador que não se utiliza de meios próprios de transporte optar em receber ou não o Vale Transporte, ficando bem claro que ao receber o auxílio este deverá ser empregado exclusivamente no transporte casa x trabalho x casa.

Na possibilidade do custo total do transporte corresponder a um valor inferior a 6% do salário base deste trabalhador, e sendo ele optante por receber o VT, a empresa deverá descontá-lo no menor valor apurado, mesmo que este seja inferor a 6% de seu salário base.
Pires_df

Usuário Iniciante

postada em: Sexta-Feira, 9 de março de 2012 às 15:56:27
Como proceder para calcular o vale transporte de uma emprega doméstica?
Ela trabalha de segunda a sexta feira.
Leonardo Carvalho

Usuário Iniciante

postada em: Segunda-Feira, 12 de março de 2012 às 16:33:53
Marussia, o calculo é feito da seguinte forma:

exemplo:
salario de 935,00
dias uteis 22

calculo:

935,00 *6% /30 *dias uteis (22)
neste caso desconta-se: 41,14

Espero ter ajudado
Pires_df

Usuário Iniciante

postada em: Quinta-Feira, 15 de março de 2012 às 01:07:36
Oi Leonardo!
Então a empregada ganha o salário mínimo de 622,00 eu multiplico por 6% que é igual a 37,32, divido por 30 dias = 1,24, conto quantos dias úteis tem o mês e multiplico 22 x 1,24 = 27,28.

É isso mesmo não?
Vou fazer mais uma pergunta que pode ser boba. E quando o mês tiver 31 dias?

Maria Ap. B. da Silveira. Brichi

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quinta-Feira, 15 de março de 2012 às 11:48:31
Bom dia Marussia Pires


E quando o mês tiver 31 dias?


Ex: Mês de Março 31 dias.

Você ira pagar apenas 20 dias de segunda a sexta,
Salario 622,00 x 6% -> 37,32 a descontar.

Digamos que o Vale transporte é
2,10 x 20 dias trabalhados = -> Valor a pagar -> 42,00

Espero ter ajudado, qualquer duvida volte a postar

Att Maria Brichi

"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer. "
Albert Einstein

Sempre pesquise antes de postar
Pires_df

Usuário Iniciante

postada em: Quinta-Feira, 15 de março de 2012 às 14:08:21
Bom dia Maria Brich!
Então, independente de ser 30 ou 31 sempre conta como 20 dias.
O empregador desconta do salário da emprega 37,32 e paga apenas 42,00 de vale transporte?
Eu estava então fazendo errado: Pegava os 20 dias úteis do mês de segunda a sexta e multiplicava pela quantidade de passagens que ela uilizava nesse período: exemplo 2,10 x 2 passagens por dia = 4,20 x 20 dias = 84,00.

Muito obrigada pela explicação
Maria Ap. B. da Silveira. Brichi

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quinta-Feira, 15 de março de 2012 às 14:14:40
caso tenha mais alguma duvida
consulte

LEI Nº 7418, DE 16 DE DEZEMBRO DE 1985

"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer. "
Albert Einstein

Sempre pesquise antes de postar
Kennya Eduardo

Consultor Especial

postada em: Quinta-Feira, 15 de março de 2012 às 16:24:59
Marusia, o vale transporte deve atender a todos os dias em que a empregado irá ao trabalho, portanto, isso vai variar conforme o mês do calendário.
O desconto sobre o salário permanece o mesmo mas o valor disponibilizado a empregada para usar no transporte poderá variar.

Se essa empregada em questão trabalhará exclusivamente apenas 20 dias todos os meses, então está certa a conta.
Pires_df

Usuário Iniciante

postada em: Sexta-Feira, 16 de março de 2012 às 08:51:29

Maria Brichi e Kennya Eduaro,

Muito obrigada pelos esclarecimentos e pela atenção.
Agora não tenho mais dúvidas.
Paulo Bispo dos Santos

Usuário Iniciante

postada em: Sábado, 17 de março de 2012 às 00:07:08
prezados contadores/RH, por favor me tirem a seguinte dúvida:
meu cliente está localizado numa cidade que não tem transporte coletivo.
Só tem Mototaxistas.Nesta condição é possível fornecer o vale transporte em espécie?
Kennya Eduardo

Consultor Especial

postada em: Segunda-Feira, 19 de março de 2012 às 16:27:38
Paulo, creio que se ele conversar com o Sindicato da categoria irá conseguir essa condição, caso já não esteja prevista em CCT.
Paulo Bispo dos Santos

Usuário Iniciante

postada em: Terça-Feira, 20 de março de 2012 às 00:57:59
Olá Kennya, valeu sua orientação.

Muito Obrigado!
Claudenir

Usuário 4 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 15 de agosto de 2012 às 18:06:19
1)Fora 6% de desconto no salario do empregado, existem outros percentuais para cada valor de salario base,ou é únicamente os 6%?
2)Por gentileza como fazer calculo de vale-transporte de empregada domestica e de empregado de empresa?
Claudenir

Usuário 4 Estrelas Novas

postada em: Quarta-Feira, 15 de agosto de 2012 às 19:19:13
Boa noite, procuro saber se existem tabelas para desconto do percentual do vale-transporte dos salarios?
postada em: Quinta-Feira, 16 de agosto de 2012 às 12:02:21
Jose Claudenir bom dia

O percentual é o mesmo tanto para empregados e empregadas domésticas: 6% do salário base, excluídos quaisquer adicionais.

Att,

Vânia Z R Campos
"Respeite as Regras do Fórum"
Rosimery Amorim de Sousa

Usuário Novo

postada em: Sexta-Feira, 17 de agosto de 2012 às 09:43:24
bom dia, gostaria de saber se existe alguma lei que diga que a empresa não pode fazer o pagamento do vale transporte em dinheiro.
Suzzeth Alves

Usuário Frequente

postada em: Sexta-Feira, 17 de agosto de 2012 às 09:50:00

A MP 280/2006 permitia, a partir de 01.02.2006, o pagamento do benefício em pecúnia (dinheiro). No entanto, a referida MP foi convertida na Lei 11.311/2006, a qual vetou a alteração do art. 4º da Lei 7.418/85, mantendo a proibição da concessão do VT em dinheiro.
Embora a legislação estabeleça que o fornecimento do VT não nem natureza salarial e nem constitui remuneração para base de cálculo de INSS, FGTS ou IRF, é vedado ao empregador substituir o vale-transporte por antecipação em dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento, salvo se houver falta ou insuficiência de estoque de vale-transporte (dos fornecedores) necessário ao atendimento da demanda e ao funcionamento do sistema, consoante o art. 5º do Decreto 95.247/87.


Espero ter ajudado !

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 1.14 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César