Contábeis o portal da profissão contábil

23
Ago 2014
00:34

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Como calcula o saldo de salário em um rescisão, e

7respostas
18.727acessos
  

POSTS RELACIONADOS

profissão
mensagens2
pontos22
membro desde16/06/2010
cidadeItabuna - BA
Postada:Quinta-Feira, 17 de junho de 2010 às 12:26:05
Como calcular o saldo de salário em uma rescisão nos meses terminados em 28, 30 e 31? Li em algumas pesquisas que deveria observar a quantidade de dias do mes, em outros informa que com base no mes comercial 30 dias? qual é o certo e a base legal?
Altino Eliezer Gonçalves

Usuário 5 Estrelas

profissãoGerente
mensagens189
pontos1.030
membro desde15/06/2010
cidadeTimbo - SC
Postada:Quinta-Feira, 17 de junho de 2010 às 12:31:44
Se o funcionário é mensalista deve sempre considerar 30 dias, caso ele for horista então você deve respeitar a quantidade de dias do mês.

Jose Alves Rodrigues

Usuário Iniciante

profissãoSupervisor(a) Pessoal
mensagens42
pontos349
membro desde19/06/2010
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sábado, 19 de junho de 2010 às 15:08:27
Faça assim: divide o salario por 30 e multiplica pelo numero de dias trabalhados.
Abs
Rodrigues

José Rodrigues
Neide Santos

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens257
pontos2.371
membro desde04/03/2010
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 30 de junho de 2010 às 20:26:35
Estou com duvidas em relação a rescisão de um funcionario que entrou dia 10/02/08 , porem não foi registrado, estou fazendo a rescisão dele com todos os direitos dele inclusive todos os valores de fgts e multa de 40% corrigidos, porem o salario dele era pago mensalmente sem nenhum desconto. A empresa precisaria recolher inss de 11% e não o fez. Eu posso na rescisão assim como calculei o fgts atrasado , posso calcular o que seria descontado dele em relaçao ao INSS , ja que ele diz que quer o preto no branco e tudo o que tem de direito, inclusive o seguro desemprego que ele devera receber por um prazo de cinco meses o valor que também ja foi calculado. A pergun ta é : Posso ou não descontar o valor de inss "corrigido" na rescisão dele e passar para a previdencia. Uma vez que ele diz que quer seus direitos ,também acho coerente ele saber das suas proprias obrigações. Neste caso a empresa se responsabilizando em repassar este valor para o INSS.
Por favor me ajudem
Julio Cesar Kujavski

Usuário Frequente

profissãoContador(a)
mensagens87
pontos469
membro desde08/06/2010
cidadeRio Negro - PR
Postada:Quinta-Feira, 1 de julho de 2010 às 08:22:09
Mensagem Editada por Julio Cesar Kujavski em 01/07/2010 08:22:35
Se ele não foi registrado, você pode qualquer coisa, pois já está ilegal desde o início.
Jose Alves Rodrigues

Usuário Iniciante

profissãoSupervisor(a) Pessoal
mensagens42
pontos349
membro desde19/06/2010
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sábado, 3 de julho de 2010 às 09:10:56
Neide,
Voce desconta o INSS sim mas na hora de recolher à previdencia o custo com a correção monetária é da empresa, vez que sempre é dele o dever de faze-lo nas épocas proprias.
Abs
Rodrigues

José Rodrigues
Igor

Usuário Estrela Dourada

profissãoSupervisor(a) Administrativo
mensagens1.089
pontos7.568
membro desde14/05/2010
cidadeItumbiara - GO
Postada:Quarta-Feira, 13 de julho de 2011 às 10:03:41
tem algum embasamento da lei sobre essa proporção do saldo de salario na rescição se divide por 30 ou 31 dias?
Michele Karina Silva

Usuário Novo

profissãoBalconista
mensagens18
pontos107
membro desde13/07/2011
cidadeRibeirao das Neves - MG
Postada:Quarta-Feira, 13 de julho de 2011 às 13:21:07
Trabalho a mais ou menos sete meses em uma empresa,sendo que só passamos a ter direito a hora de lanche de dois meses para cá.Estou de aviso prévio posso requerer no dia do acerto as horas de lanche que não fiz durante os meses anteriores?(trabalho de 5:30ás13:30,com 40min. de lanche)
Desde já agradeço

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.25 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César