BUSCAR NO FÓRUM

buscar


INSS- recolhimento como autonomo- IRPF

3respostas
7.644acessos
  

Francisco Candido Vale

Usuário Iniciante

profissãoSegurança
mensagens42
pontos212
membro desde17/06/2009
cidadeCruzeiro - SP
Postada:Sábado, 9 de abril de 2011 às 11:04:29
Bom dia. O contribuinte que recolhe mensalmente INSS como autonomo para sua filha, tem como abater as mensalidades pagas na declaração de IRPF anual, sendo que a filha não trabalha e o recolhimento é somente para contar tempo de serviço para aposentadoria. Se positivo, em qual ficha da declaração que tem que lançar os respectivos dados? Obrigado.
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos23.123
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sábado, 9 de abril de 2011 às 11:15:55
Francisco
BomDia


Conforme Pergunta 316 divulgada pela RFB no Perguntão 2011 vcnão pdoerá deduzir senão tiver rendimentos:



316 - O contribuinte pode deduzir a contribuição previdenciária oficial ou privada paga em nome de dependente sem rendimentos próprios?

Em relação à previdência oficial somente podem ser deduzidas as contribuições pagas em nome do dependente que tenha rendimentos próprios tributados em conjunto com os do declarante

As contribuições a entidades de previdência privada e aos Fundos de Aposentadoria Programa Individual ( Fapi ) são dedutíveis quando o ônus for do próprio contribuinte, em beneficio deste ou de seu dependente - para contribuições feitas a partir de 1 º de janeiro de 2005, veja atenção da pergunta 313 .

(Instrução Normativa SRF n º 15, de 6 de fevereiro de 2001, art. 38, § 8 º ; Ato Declaratório Normativo Cosit n º 9, de 1 º de abril de 1999; Medida Provisória n º 2.158-35, de 24 de agosto de 2001, art. 61)



Espero ter ajudado
Heloisa Motoki
Renato

Usuário Ativo

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens137
pontos1.026
membro desde27/03/2009
cidadeGuarulhos - SP
Postada:Terça-Feira, 12 de junho de 2012 às 12:04:47
bom dia,

meu tio tem uma empresa de prestação de serviços, mas ele não fazia pro-labore e nem entregou as gfips desde 2009. Durante esses anos ele efetuou o recolhimento como autonomo pagando 20% do teto maximo.

É possível fazer algum tipo de reconhecimento desses pagamentos pela empresa via RFB?

Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos23.123
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 14 de junho de 2012 às 08:59:35
Renato
Bom dia


Se seu tio fez o recolhimento como autonomo sugiro que deixe da forma que esta e se necessario regularize daqui pra frente, visto que qualquer mudança implica em retificar as obrigaçoes acessorias e mudar os codigos de recolhimentos.


Heloisa Motoki


Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

FAÇA O LOGIN
E APROVEITE

o melhor conteúdo
contabil da internet
brasileira.

x

Entre e aproveite o
melhor conteúdo
contabil da internet.

ENTRAR | LOGIN

não lembra a senha, clique aqui
ENTRAR

FAÇA LOGIN COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César